Sporting vence Santa Clara com reviravolta na segunda parte

Sporting vence Santa Clara com reviravolta na segunda parte

 

Lusa/Ao online   Futebol   4 de Nov de 2018, 21:12

O Sporting venceu este domingo fora o Santa Clara por 2-1, na nona jornada da I Liga de futebol, depois de ter estado a perder até aos 62 minutos, altura em que beneficiou de uma grande penalidade.

Os açorianos chegaram primeiro ao golo, aos 32 minutos, por Zé Manuel, mas, Bas Dost empatou, aos 62, de penálti, e, depois de Patrick ser expulso, por gestos ou palavras, aos 63, Acuña concretizou a reviravolta do ‘onze’ do interino Tiago Fernandes.

Com este resultado, o Sporting saltou, à condição, para o segundo lugar, sendo que ultrapassou o Benfica e manteve-se a dois pontos do líder FC Porto, enquanto o Santa Clara, que poderia ser ficado à frente dos ‘leões’, manteve o sexto posto.

A primeira equipa a ameaçar foi o Sporting, aos sete minutos, num remate forte de Bruno Fernandes de pé direito, mas o guarda-redes do Santa Clara impediu o pior com uma grande defesa, com a mão, para canto.

Numa altura em que o Sporting joga a favor do vento forte que se faz sentir no Estádio de São Miguel, Bruno Lamas rematou, aos 18 minutos, mas a bola acabou nas mãos de Renan Ribeiro.

Aos 26 minutos, Tiago Fernandes foi obrigado a fazer a primeira substituição no Sporting, já que, depois de um choque com Mamadu, Battaglia lesionou-se e foi obrigado a sair de maca, com queixas num joelho.

O Santa Clara chega ao golo aos 32 minutos, através de Zé Manuel que, na ‘cara’ de Renan Ribeiro, aproveitou da melhor maneira a abertura de Osama Rashid para atirar forte, junto ao segundo poste, levando o estádio ao rubro.

Na parte final da primeira parte, o Sporting tentou a igualdade, mas Marco deteve um centro/remate de Lumor, Bas Dost cabeceou ao lado, em boa posição, Acuña atirou à figura do guarda-redes local e Gudelj atirou uma ‘bomba’ ao lado.

O regresso das duas equipas, para a segunda metade, fez-se debaixo de chuva forte e, nos primeiros instantes, destacou-se um remate de Pineda, ao lado da baliza de Renan Ribeiro, com o Sporting a responder por Nani e Acuña.

Aos 62 minutos, Manuel Mota assinalou grande penalidade favorável ao Sporting, considerando falta de Fábio Cardoso sobre Bas Dost, que empatou o jogo, à segunda tentativa, já que na primeira rematou antes do apito do árbitro.

Logo após o golo do Sporting, Patrick Vieira ‘aplaudiu’ a decisão do árbitro e viu o vermelho direto, deixando o Santa Clara reduzido a 10 jogadores, aos 63 minutos.

Contra 10, o Sporting instalou-se mais no meio campo contrário e, aos 75 minutos, Acunã marcou de cabeça, solto, ao segundo poste, na sequência de um cruzamento da esquerda de Jovane, que havia entrado ao intervalo, substituindo Diaby.

Aos 85 minutos, os ‘leões’ poderiam ter chegado ao terceiro golo, mas Marco deteve o forte remate de Jovane.

Na parte final, o Santa Clara ainda tentou chegar à igualdade, mas os vários remates perigosos saíram ao lado da baliza de Renan Ribeiro, o último de Rashid, aos 90+3 minutos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.