Liga dos Campeões

Sporting procura primeiro triunfo


 

Lusa/AO   Futebol   1 de Out de 2007, 16:27

Sporting em Kiev com o objectivo de vencer
 

A “zero” no grupo F da Liga dos Campeões (LC) em futebol, Sporting e Dínamo de Kiev encaram como decisiva a segunda jornada da prova, terça-feira na Ucrânia, após derrotas com os “candidatos” Manchester United e AS Roma.
O Sporting, que começou a prova em casa e viu o “traiçoeiro”, mas agradecido, Cristiano Ronaldo apontar o golo do triunfo dos ingleses (1-0), empatou os últimos dois jogos da Liga portuguesa (2-2 com o Setúbal e 0-0 na Luz) e está obrigado a pontuar, de preferência conquistar a vitória, objectivo que falhou nos últimos seis jogos na competição, cinco deles em 2006/2007.
A formação de Kiev, actual campeã, mas terceira no campeonato interno, a 10 pontos do Shakhtar Donetsk, adversário do Benfica na LC, perdeu sábado frente ao último classificado, o Naftovyk (1-0), num embate em que se apresentou com a “segunda linha”.
om uma equipa maioritariamente composta por russos e brasileiros, o Dínamo de Kiev, que começou a competição com um desaire por 2-0 na capital transalpina, tem praticamente os jogadores habitualmente titulares aptos para o encontro com os “leões”, apesar de o novo treinador, Josef Szabo, não poder contar com o defesa senegalês Diakhaté e o avançado ganês Bangoura.
Do lado do Sporting, o russo Izmailov está aparentemente recuperado de uma lesão contraída em Guimarães para a Taça da Liga e, depois de falhar o embate frente ao Benfica na Luz, deve regressar ao “onze”, em detrimento de Vukcevic.
Paulo Bento, que, como jogador, jogou na Ucrânia na derrota de Portugal a 05 de Outubro de 1996 (2-1), na qualificação para o Mundial de 1998, deve manter o mesmo figurino, podendo, no entanto, apostar em Purovic, em vez de Yannick Djaló, até pela combatividade do “gigante” avançado.
Curioso também o facto de esta partida ser quase uma reedição das meias-finais do campeonato da Europa de sub-21, realizado em 2006, em Portugal, e que pôs frente a frente a Ucrânia e a Sérvia e Montenegro.
Nesse embate, os ucranianos Olexandr Rybka, Taras Mikhalik e Artem Milevski, actualmente no Dínamo, foram utilizados, assim como os agora “leoninos” e jogadores, na altura, da selecção sérvia-montenegrina Vladimir Stojkovic e Milan Purovic. Vukcevic esteve no banco, num jogo decidido nas grandes penalidades e no qual... Purovic falhou o pontapé decisivo.
Na estatística, e já que Sporting e Dínamo numa se defrontaram, salienta-se o facto de os ucranianos terem vencido as duas únicas partidas em casa contra equipas lusas, em jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões: 1-0 ao Benfica em 1991/92 (perdeu 5-0 na Luz) e 1-0 ao Boavista em 2001/2002 (perdeu 3-1 no Bessa).
Ainda assim, e apesar desta “sina negra” estatística para equipas portuguesas na casa do Dínamo, as formações ucranianas na sua totalidade estão em desvantagem frente a turmas lusas: em 14 jogos, nove vitórias para Portugal, dois empates e três derrotas.
No mesmo dia, Manchester United e AS Roma defrontam-se em Inglaterra, num embate que a época passada terminou com o triunfo dos ingleses por 7-1, e, a 23 de Outubro, o Dínamo recebe a equipa inglesa, enquanto o Sporting viaja a Itália, na terceira jornada do Grupo F.
O francês Bertrand Lyec foi designado pela UEFA para dirigir o encontro entre Dínamo Kiev e Sporting (19h45 de Lisboa), da segunda jornada do Grupo F da Liga dos Campeões de futebol.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.