Liga Portuguesa de Futebol

Sporting empata na Madeira

Sporting empata na Madeira

 

Lusa/AO   Futebol   27 de Out de 2007, 21:14

O jogo revelava-se de grande importância para as duas equipas, com o Sporting a procurar recuperar o segundo lugar, o que conseguiu.
Uma equipa do Sporting desorganizada empatou hoje 0-0 no reduto do Nacional da Madeira, em jogo da oitava jornada da Liga portuguesa de futebol, e pode ver escapar ainda mais na liderança da prova o campeão FC Porto.
O jogo revelava-se de grande importância para as duas equipas, com o Sporting a procurar recuperar o segundo lugar - o que conseguiu, mas em igualdade com o Vitória de Guimarães - e o Nacional a tentar fugir dos lugares mais baixos da classificação.
Os dois conjuntos apresentaram-se desfalcados de alguns jogadores influentes, com destaque para o central "leonino" Polga (lesionado) e, no caso dos madeirenses, o lateral esquerdo Alonso e o médio Juliano (castigados) e os avançados Pateiro e João Moreira, também lesionados.
Os "leões" vinham de duas derrotas seguidas, frente ao Fátima, para a Taça da Liga, e à AS Roma, para a Liga dos Campeões, o que conferia maior dramatismo à partida, pois os madeirenses também perderam na ronda anterior, com o Braga.
O Nacional cumpriu com o prometido, jogando apenas com três defesas (Àvalos, Ricardo Fernandes e o estreante Igor Pita, internacional português sub-20), enquanto no Sporting a maior novidade residiu na chamada de Marian Had.
O primeiro lance de perigo apenas ocorreu aos 12 minutos, através de um remate de meia distância de Ávalos, que Stojkovic defendeu com aparato e o Nacional esteve novamente perto do golo aos 26, num livre directo de Fellype Gabriel que saiu a rasar o poste.
O Sporting apenas ameaçou perto do intervalo, aos 39 minutos, quando Vukcevic protagonizou uma incursão pelo lado direito e cruzou para a área, onde surgiu Yannick a cabecear para boa defesa do guarda-redes Diego Benaglio.
A segunda parte começou com a troca de laterais no Sporting, com Paulo Bento a tirar Marian Had e a apostar em Ronny, mas foi Fellype Gabriel que esteve perto de inaugurar o marcador para o Nacional, aos 48 minutos, na sequência de uma boa jogada individual.
Os treinadores tentavam "abanar" o jogo, com Paulo Bento a fazer entrar Purovic e Pereirinha na equipa lisboeta e Jokanovic a trocar de ponta-de-lança no Nacional, substituindo Cássio por Rodrigo.
Até ao fim, as duas equipas tentaram tudo, mas os guarda-redes revelaram-se intransponíveis: Stojkovic, aos 85 minutos, negou o golo a Edú Sales, na maior oportunidade de golo do encontro, e Diego Benaglio efectuou grande defesa a remate de Abel.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.