Açoriano Oriental
Sindicato diz que HDES permitiu funcionários com sintomas de Covid

O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas revelou que um grupo de assistentes operacionais continuou a trabalhar apesar de apresentarem sintomas de Covid-19.

Sindicato diz que HDES permitiu funcionários com sintomas de Covid

Autor: Luís Pedro Silva

“Este Sindicato foi informado que os assistentes operacionais, trabalhadores do Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada (HDES), apresentaram sintomas de Covid-19, desde dia 15 de novembro de 2020, e relataram o sucedido ao seu superior hierárquico, que desvalorizou a situação”, refere o comunicado divulgado pelo sindicato.

No total, foram verificados quatro casos positivos que começaram com uma infeção de um assistente operacional no Serviço de Esterilização.

Na sequência desta situação, a administração do HDES decidiu encerrar, por 14 dias, as cirurgias programadas.

O sindicato apela a que exista uma maior responsabilização das chefias para evitar a repetição desta situação.

“As chefias devem ter atenção redobrada sobre a sua postura para com os seus subordinados. (...) Os assistentes operacionais não estão a ser levados a sério no que concerne a sintomas, e algumas chefias não exercendo o seu respetivo cargo de chefia, começam a colocar equipas em risco”, frisa o sindicato.

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.