Sindicalistas abandonam Ministério das Finanças depois de reunião inconclusiva


 

Lusa/AO online   Economia   26 de Nov de 2013, 17:21

Os sindicalistas que ocuparam esta terça-feira o Ministério das Finanças abandonaram o local depois de uma reunião inconclusiva com o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino.

Quase três horas depois de terem invadido o Ministério das Finanças, os dirigentes e ativistas sindicais desmobilizaram, depois de terem sido recebidos por Hélder Rosalino, a quem deram conta dos motivos do protesto.

O coordenador do Sindicato dos Trabalhadores do Municipio de Lisboa, Vitor Reis, considerou que a reuniao de hoje com o secretário de Estado da Administração Pública não foi conclusiva.

"O encontro com o secretário de Estado não foi conclusivo. Os trabalhadores vieram aqui mostrar que não aceitam o Orçamento do Estado (OE) para 2014 e exigir a demissão deste Governo", disse o sindicalista aos jornalistas à saida da reunião com Hélder Rosalino.

O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, aceitou reunir-se com uma delegação dos sindicalistas que ocuparam o Ministério das Finanças ao início da tarde em protesto contra os cortes previstos no Orçamento do Estado, hoje aprovado.

Vitor Reis, que liderou a delegação sindical, disse aos jornalistas que transmitiram ao secretário de Estado que a política do Governo "não conduz a resultados mas sim à falência dos serviços públicos".

De acordo com o sindicalista, a ocupação do Ministério foi decidida esta manhã pelos trabalhadores.

Ao início da tarde, grupos de sindicalistas da CGTP ocuparam os ministérios da Economia, da Saúde, do Ambiente e das Finanças, exigindo reuniões com os ministros responsáveis por cada uma das áreas para com eles discutir os cortes previstos no Orçamento do Estado para 2014.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.