Sérgio Conceição lamenta calendário exaustivo, mas só pensa em vencer o Santa Clara

Sérgio Conceição lamenta calendário exaustivo, mas só pensa em vencer o Santa Clara

 

Lusa/AO Online   Futebol   15 de Dez de 2018, 08:15

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, lamentou o calendário exaustivo dos ‘dragões’ até ao fim do ano, mas recusou que isso sirva de desculpa frente ao Santa Clara, na 13.ª jornada da I Liga de futebol.

“É uma situação difícil, muitas vezes as equipas jogam na Europa e o FC Porto tem representado o seu país como ninguém. Por vezes isso é um dado secundário para quem decide. E quem decide é a operadora. Temos de respeitar as marcações dos jogos. Se queria ter jogos em dias diferentes? Claro que sim, agora não podemos usar isso como desculpa. Temos de fazer o jogo, dentro dos poucos dias e das muitas viagens", lamentou Sérgio Conceição.

O FC Porto tem que disputar ainda quatro jogos até ao fim de 2018, o primeiro dos quais nos Açores, no sábado, depois de ter jogado na Turquia na terça-feira, com o Galatasaray, na sexta e última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Em conferência de imprensa, Sérgio Conceição admitiu que, naturalmente, quer que o FC Porto se mantenha na liderança do campeonato e referiu que se isso acontecer, não se vai conter, relativizando as críticas e as três expulsões que já sofreu esta época.

"É aquilo que me sai no momento, fui bastante efusivo no Bessa, descrevendo a adrenalina. Entretanto, amanhã [sábado], se calhar, vou saltar para a bancada, não sei, é o que vier no momento", disse.

Para Sérgio Conceição, as 12 vitórias consecutivas do FC Porto são motivo de satisfação, mas o técnico da formação ‘azul e branca’ não quer que os seus jogadores relaxem à sombra desses triunfos.

"Estamos num bom momento, temos feito a nossa obrigação de ganhar jogos. Em cada jogo, acontecem situações diferentes, que nos levam a corrigir. Obviamente, percebendo as dificuldades que encontramos nesses adversários. Vamos sempre corrigindo. Trabalhamos em cima do erro, em algumas situações menos positivas", explicou.

O técnico abordou ainda o "sexto momento do jogo": “À medida que vamos trabalhando, vamos aperfeiçoando o momento de organização ofensiva, defensiva, esquemas táticos, os cinco momentos do jogo. Mais o sexto, que muitas vezes as pessoas não falam, o talento. E para meter talento cá fora é preciso que emocionalmente se esteja bem. Esse trabalho emocional também é importante", frisou.

Sérgio Conceição comentou ainda a possibilidade de o FC Porto poder registar a 13.ª vitória consecutiva, mas sem querer falar em recordes.

"É positivo, é bom, mas só nos traz mais responsabilidade. Queremos vencer, porque é importante para nós, para o nosso objetivo, conquistar o campeonato. Não só pela dificuldade do jogo, mas também pelas viagens. E por aquilo que foi a dificuldade de jogar numa Liga dos Campeões, esse desgaste. Coincide com a 13.ª vitória, vale o que vale", observou.

O treinador comentou, de forma breve, o futuro na Liga dos Campeões, na qual o FC Porto se apurou para os oitavos de final: "Somos uma equipa apetecível. Em termos do que é a nossa Liga dos Campeões. É o nosso jogo do Santa Clara. Vamos ter tempo para falar da Liga dos Campeões”.

O FC Porto, líder isolado do campeonato, com 30 pontos, defronta o Santa Clara, nono classificado, com 17, em jogo marcado para este sábado, com início às 19h30 (20h30 em Lisboa) da 13.ª jornada da I Liga.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.