Schenker quer liderar mercado português em 2008


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Nov de 2007, 17:09

O director-geral da Schenker Portugal, Frank Gutzeit, revelou que a empresa alemã pretende torna-se líder no mercado português em 2008 e terá como primeiro "grande teste" a logística da participação portuguesa nos Jogos Olímpicos Pequim 2008.
"Estamos a trabalhar nisso, com a fusão com a Spain-TIR vamos conseguir o primeiro ou segundo lugar. Queremos dominar o mercado português no próximo ano ou então em 2009. Estamos a descobrir o nosso potencial no mercado português e já verificámos que temos muito potencial", afirmou Frank Gutzeit à agência Lusa.

De acordo com o responsável, a empresa alemã, que sofreu em Portugal uma reestruturação em 2002, registou cerca de 50 milhões de euros no ano passado e conta com uma facturação de 66 milhões em 2007, o que implica um crescimento de quase 100 por cento, desde 2004, no volume de negócios.

"O clima é bastante favorável, o mercado logístico está a crescer em Portugal e a Schenker está a crescer a nível global por aquisições. Podemos praticar bons preços além da qualidade e da determinada aposta num serviço personalizado", disse.

Para criar uma "imagem positiva", a Schenker associou-se até 2008 ao Comité Olímpico de Portugal (COP) como o operador logístico oficial para participação portuguesa em Pequim.

"Com esta associação queremos criar um imagem positiva e de fiabilidade. A recuperação da empresa em 2003 e 2004 foram tempos agitados por isos queremos dar outra imagem e claro alem disso agora temos que oferecer qualidade de serviço", referiu Frank Gutzeit.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.