Açoriano Oriental
SATA volta a recorrer ao lay-off para cerca de 30 trabalhadores

Grupo SATA volta a recorrer ao lay-off em dezembro, uma medida que abrangerá cerca de trinta trabalhadores, em particular da Azores Airlines

SATA volta a recorrer ao lay-off para cerca de 30 trabalhadores

Autor: Paula Gouveia

O Grupo SATA vai recorrer ao lay-off a partir de dezembro, abrangendo cerca de três dezenas de trabalhadores, noticiou ontem o Expresso.

A empresa confirmou ao jornal que, “tendo em conta a redução da atividade operacional que se regista, o grupo SATA voltará a recorrer à figura de lay-off, a partir do próximo mês”.

Sendo abrangidas por esta medida, “as funções que são habitualmente mais afetadas pela sazonalidade da operação aérea, em particular, na companhia aérea Azores Airlines”. “Nestas circunstâncias e por enquanto, encontram-se cerca de três dezenas de trabalhadores”, acrescenta a empresa na resposta ao Expresso, adianta a publicação nacional.
De acordo com o jornal, em abril, durante a primeira vaga da pandemia de Covid-19, a empresa com 1400 trabalhadores, colocou mais de 1000 funcionários em lay-off, dos quais 441 em lay-off total e 563 em lay-off parcial.

Na altura, o conselho de administração do Grupo SATA justificou que se tratava de “um instrumento adequado” face aos impactos da pandemia.

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.