Sara Silva brilha na Taça do Mundo de Cantanhede

Sara Silva brilha na Taça do Mundo de Cantanhede

 

Arthur Melo   Outras modalidades   2 de Abr de 2019, 09:09

A atleta do Clube de Atividades Gímnicas de Ponta Delgada foi segunda classificada em Individual Feminino

A ginasta Sara Silva esteve em plano de destaque, este fim de semana, na Taça do Mundo de Cantanhede de Ginástica Aeróbica, ao conquistar o segundo lugar - medalha de prata - na categoria de Individual Feminino.

O registo ganha maior relevo se atendermos ao facto de a ginasta micaelense, do Clube de Atividades Gímnicas de Ponta Delgada, ter garantido um lugar na final graças ao wildcard atribuído ao país organizador da competição, já que na qualificação Sara Silva foi 10.ª classificada.

“Foi uma enorme felicidade, uma sensação incrível ter subido de um 10.° para um 2.º lugar e ter partilhado o pódio com duas grandes ginastas de renome mundial. Só tenho a agradecer a grande oportunidade que me foi dada”, declarou a atleta no final da prova, em declarações reproduzidas por uma nota informativa da Federação de Ginástica de Portugal.

Como Portugal não garantiu nenhuma final e como o país organizador tem direito a um wildcard, o bilhete mágico foi atribuído a Sara Silva por ter alcançado o melhor resultado nacional nas qualificações e na final, apesar dos nervos à flor da pele, a ginasta açoriana brilhou e surpreendeu todos com uma coreografia complexa mas segura, que lhe valeu 20.300 pontos e a medalha de prata. A vitória foi para a Turquia, cabendo à Rússia o terceiro lugar.

“São horas de trabalho e dedicação finalmente a serem reconhecidas. Os próximos objetivos passam por fazer uma prestação semelhante ou talvez melhor na próxima Taça do Mundo no Japão, dentro de poucos dias, e no Campeonato da Europa, em maio” perspetiva já a atleta micaelense.

O feito já mereceu uma reação do presidente do Governo Regional dos Açores. Vasco Cordeiro, numa mensagem de felicitações, sublinhou que “Sara Silva provou, mais uma vez, que consegue ombrear com os melhores atletas mundiais desta exigente modalidade, atingindo, por mérito próprio, um patamar competitivo que prestigia o desporto açoriano”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.