Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   21 de Nov de 2007, 07:21

O impedimento de um alegado suicídio colectivo incentivado por site na Internet em Aveiro domina hoje as capas dos jornais lisboetas que destacam também aumento de agressões a polícias e os números de infectados com vírus Sida.
“PSP trava suicídio em grupo” é a manchete do Correio da Manhã, avançando que adolescentes de Vale de Cambra, Aveiro, “pretendiam mutilar-se até à morte, incentivados pela Internet”.

    De acordo com o jornal, a polícia de Aveiro conseguiu travar um suicídio colectivo de adolescentes incentivados por uma comunidade de cibernautas, a Orkut, frequentada maioritariamente por brasileiros e que tem cada vez mais adeptos em Portugal.

    Também o jornal Público chama à primeira página “Site incentiva menores a automutilar-se”, escrevendo que um menor de 14 anos, residente em Vale de Cambra terá praticado automutilação parcial, alegadamente incentivado por uma página alojada na rede social online Orkut.

    O Diário de Notícias titula “`Site´ incentiva suicídio de jovens em Aveiro”, enquanto o 24horas escreve “Grupo de miúdos de 14 anos planeou um suicídio colectivo”.

    Em manchete o DN escreve “[Mário] Soares reúne-se com o Rei [Juan Carlos] e [José] Sócrates liga a [José Luis] Zapatero”.

    O jornal diz que o primeiro-ministro português conversou com o homólogo espanhol José Luis Zapatero sobre a vinda do presidente vezuelano a Portugal e que Mário Soares terá participado numa reunião do Clube de Madrid nas vésperas da chegada de Hugo Chavez a Lisboa onde terá estado com o Rei Juan Carlos.

    O matutino refere ainda que nos encontros poderá ter sido abordada a crise diplomática entre Espanha e a Venezuela.

    O Jornal de Notícias escolheu para manchete o título “Agressões a polícias estão a aumentar”, referindo que nos primeiros nove meses do ano registaram-se 1.367 casos, uma subida de 5,6 por cento face a 2006.

    As participações de criminalidade violenta até Setembro passado diminuíram 14,7 por cento, acrescenta o JN.

    “Tudo ou nada” é outro título do JN, referindo-se ao jogo Portugal-Finlândia a disputar hoje no Estádio do Dragão no Porto.

    “Finanças acusam grandes empresas de `lavar´ dinheiro”, “Esmeralda entregue ao pai até final de Dezembro” e “lista de Devedores sem bens publicadas na Internet” são outras chamadas de capa do JN.

    O Público puxa para a capa “Cavaco e maioria socialista divergem sobre novo estatuto dos magistrados”, referindo que o Presidente da república mantém dúvidas sobre diploma, apesar de algum recuo do PS.

    Na primeira página o Público salienta ainda que não são 39,5 milhões, como se pensava em 2006, mas sim 33,2 milhões as pessoas que, em todo o mundo, vivem infectadas pelo vírus da Sida.

    O Correio da Manhã destaca na sua edição de hoje “Tribunal entrega Esmeralda ao pai biológico em Dezembro” e “Juíza acredita em vítima que acusou Paulo Pedroso” no âmbito do processo Caso Pia.

    O jantar do presidente venezuelano Hugo Chavez com o primeiro-ministro português José Sócrates está também em destaque no CM.

    O 24horas realça na capa “Juiz tira Esmeralda ao sargento um dia depois do Natal”, salientando que os pais afectivos estão arrasados com nova decisão da justiça.

    O diário avança ainda que “novas pistas na Holanda relançam busca por Rui Pedro”, desaparecido há quase uma década.

    O Diário Económico adianta na primeira página “Empresários rejeitam acusações de fraude” proferidas pelo secretário de Estado Amaral Tomaz.

    “Queda em bolsa aperta gestores da PTM”, “Pinhal e Ulrich reúnem-se para contar apoios”, referindo-se à fusão entre BPI e BCP, e “Galp e Chavez assinam acordo de madrugada” são outros assuntos abordados no DE.

    O Jornal de Negócios noticia “BCP e Sonangol fecham acordo sobre o Millennium Angola”, referindo que a petrolífera pode ter 49 por cento do capital.

    O JdN puxa ainda para a capa “BES: Abertura de balcões acelera para tirar partido de eventual fusão”, “Risco da banca portuguesa dispara com `subprime´ “ e “Nova `lista negra´ para devedores sem bens penhoráveis”.

    A revista Focus destaca na sua edição de hoje “Grandes prendas”, chamando a atenção para as novidades do Natal e as recomendações dos famosos.

    A Focus faz ainda chamada de capa para a vida do presidente da Confederação de Indústria Portuguesa, Francisco Van Zeller.

   
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.