Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/ AO   Nacional   4 de Out de 2007, 07:49

A intenção da PJ de colocar um inspector de Lisboa a coordenar o caso Maddie, bem como a vitória do FC Porto e a derrota do Benfica em jogos da Liga dos Campeões são assuntos hoje em destaque na imprensa lisboeta.
Na primeira página, o Diário de Notícias realça que “PJ quer coordenador de Lisboa no caso Maddie”.

    De acordo com o DN, a direcção nacional da PJ decide na segunda-feira quem vai suceder a Gonçalo Amaral (afastado da coordenação do caso após declarações à imprensa) na investigação do caso Maddie.

    O jornal avança que a escolha deverá recair num elemento de chefia da directoria de Lisboa e não do Algarve.

    O matutino refere ainda que as razões da demissão de Gonçalo Amaral prendem-se com as constantes fugas de informação nos jornais ingleses e portugueses.

    O destaque fotográfico do DN vai hoje para o filme “Fados”, do realizador espanhol Carlos Saura, que hoje estreia nos cinemas e que conta com a participação da fadista Mariza.

    O jornal noticia também que “Mota Amaral é outra aposta para a bancada” do PSD, “FC Porto ganha na Turquia com golo nos descontos”, “Assaltantes de Viana apanhados” e “Quebra de 18 por cento nos carros comerciais”.

    O Jornal de Notícias faz hoje manchete com o título “[Luís Filipe] Menezes quer unir PSD antes de formar equipa”.

    O matutino revela que Ribau Esteves é apontado para secretário-geral e Pedro Santana Lopes para líder parlamentar.

    O diário destaca na capa uma fotografia do técnico encarnado, Antonio Camacho, titulando “Passo atrás na Luz”, referindo-se à derrota do Benfica frente aos ucranianos do Shakhtar Donetsk por 1-0.

    “Milagre de Quaresma dá vitória ao FC Porto” é outro título do JN, numa referência à vitória dos dragões frente aos turcos do Besiktas por 1-0.

    “Polícia Judiciária investiga câmara de Abrantes”, “Milhares de funcionários [públicos] sem direitos no fim dos contratos” e “Trabalho útil à sociedade ocupa mais de 43 mil desempregados” são outras chamadas de capa do JN.

    O Correio da Manhã faz hoje manchete com o processo “Casa Pia”, titulando “Carlos Cruz pagou defesa de Bibi”.

    O jornal escreve que a irmã de Carlos Silvino garantiu quarta-feira em Tribunal que o apresentador de televisão suportou gastos com advogado Hugo Marçal.

    O futebol está hoje em destaque na primeira página do CM que salienta a derrota do Benfica por 1-0 frente aos ucranianos do Shakhtar Donetsk, em jogo da segunda jornada do Grupo D da Liga dos campeões.

    Ainda sobre a Liga dos Campeões, o CM realça a vitória do FC Porto frente aos turcos do Besiktas por 1-0 em jogo da segunda jornada do Grupo A, disputado em Istambul.

    A detenção do grupo que há um mês assaltou ourivesaria e um museu de ouro em Viana do Castelo e a condenação pelos bispos dos casamentos homossexuais são outros assuntos abordados no CM.

    O matutino revela ainda que quatro doentes renais da região de Portalegre fazem 600 quilómetros para fazer tratamentos de hemodiálise numa clínica no Montijo.

    O Público realça na sua edição de hoje os 50 anos do lançamento do satélite Sputnik pelos russos com o título “50 anos depois do Sputnik o objectivo é Marte”.

    “McCann arguidos com acordo da polícia inglesa” e “FC porto vence em cima da hora, Benfica desliza” são outros títulos do Público.

    O 24horas avança hoje que “Número dois do caso Maddie pede para sair”, realçando que depois de “Gonçalo Amaral ter sido demitido sabe-se que Tavares Almeida tinha pedido antes para se afastar da Judiciária”.

    O inspector-chefe da PJ solicitou licença sem vencimento, acrescenta o 24horas.

    Na primeira página, o diário destaca ainda “Benfica perde na Luz (0-1) e já cheira a crise outra vez”, “Encontro de Esmeralda com o pai natural foi novamente adiado” e “Irmã de Bibi jura que a PJ e o Ministério Público prometeram a liberdade ao pedófilo confesso”.

    “Governo vai perdoar custas judiciais” é a manchete do Jornal de Negócios que adianta que o objectivo é descongestionar os tribunais.

    Segundo o JdN, as acções declarativas e executivas que tenham sido iniciadas até Setembro do ano passado e terminem por iniciativas das partes até 31 de Dezembro ficam isentas do pagamento de custas judiciais.

    “A crise já passou?” é outro título do económico que adianta que Lisboa lidera recuperação na Europa com subida de sete por cento e que Galp atinge recorde e duplica preço da estreia em bolsa.

    “Vasp aposta no digital para imprimir jornais estrangeiros”, “PT desiste de lançar operação na RD Congo” e “Imobiliário: Margueira relança projecto de reconversão em Almada” são outros títulos do JdN.

    O Diário Económico chama à primeira página “Sócrates não corta privilégios aos militares”.

    Os militares tal como os juízes, escreve o DE, vão manter os privilégios nos salários e no vínculo ao Estado.

    O económico salienta também “Stanley Ho está a reforçar o BCP”, referindo que o milionário de Macau vai entrar com mais força no capital do maior banco privado português.

    O DE destaca ainda “PTM procura parceiros sem ligações à PT”, “Abel Mateus acusa EDP de travar concorrência”, “Saúde: Hospitais públicos vão pagar um terço das dívidas” e “Ângela Merkel critica ausência de Gordon Brown em Lisboa”.

    O jornal realça ainda declarações do director nacional da PJ, Alípio Ribeiro, que diz: “Investigação de Maddie continua, este não é um recuo”.

    O Semanário Económico titula “CIP [Confederação da Indústria Portuguesa] traça novo percurso para TGV”.

    A necessidade de alterar o percurso do comboio de alta velocidade decorre da proposta de alteração da localização do novo aeroporto de Lisboa da Ota para Alcochete.

    A “CIP confirma a existência de um novo traçado, mas não quer, para já adiantar novo percurso do TGV”, escreve o jornal.

    O Semanário Económico destaca ainda “Projectos de 160 milhões animam aquacultura”, “Governo conseguiu maior contenção salarial desde 1995”, Accionistas estudam alargamento dos órgãos sociais do BCP” e “Spin-offs são trunfos para Sonaecom e SGPS”.

    O Semanário anuncia hoje que “Alípio Dias pode ser o nome consensual para a `terceira via´ do BCP”.

    “A vitória de Menezes nas directas do PSD”, “Sonaecom ainda tem que pagar estrago da OPA à PT para poder pensar na fusão com a PT multimédia” e “Carlos César critica PS e distancia-se de Sócrates” são outros destaques do Semanário.

    A revista Visão realça na sua edição de hoje uma peça especial sobre os Açores, salientando que o arquipélago tem uma das mais baixas taxas de desemprego do País e é pioneiro na exploração de energias alternativas.

    “Menezes inspira-se no estilo Sarkozy”, “Birmânia: O massacre anunciado” e uma entrevista a João Cravinho são outras chamadas de capa da Visão.

    A Sábado chama à primeira página “Os 101 melhores alimentos para a sua saúde”, chamando a atenção para os alimentos que as pessoas devem evitar comer para prevenir várias doenças.

    A revista destaca ainda a revolta na Birmânia, as conversas que Luís Filipe Menezes teve ao telefone na noite da vitória, os excessos do polícia que investiga os McCann e uma entrevista ao cantor brasileiro Caetano Veloso.

    Os desportivos realçam a vitória do FC Porto (0-1 ao Besiktas) e a derrota do Benfica (0-1 frente ao Shakhtar Donetsk) na Liga dos Campeões com os títulos "Génio Nascido do Sofrimento" (O Jogo), "Vida Difícil" (Record) e "Porquê meu Deus?" (A Bola).

   
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.