Reitor da Universidade quer estender programa para seniores

Reitor da Universidade quer estender programa para seniores

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Out de 2011, 07:32

 O reitor da Universidade dos Açores, Jorge Medeiros, admitiu a possibilidade de estender a todas as ilhas do arquipélago o programa universitário para alunos seniores, que iniciou hoje o nono ano consecutivo de atividade.

“Tendo começado na ilha de S. Miguel, é intuito desta reitoria estender esta oferta às várias ilhas do arquipélago”, afirmou o reitor na cerimónia de abertura do novo ano académico para alunos seniores, frisando que “nunca poderão ser esquecidas as especificidades da Região”.

Para o reitor da Universidade dos Açores, a solução passa por “dar formação através da presença física dos formadores ou virtualmente, através de sistemas de videoconferência ou do ensino à distância”, recordando as plataformas são já são atualmente utilizadas para os alunos na ilha de Santa Maria.

Jorge Medeiros defendeu que o programa de aprendizagem ao longo da vida está direcionado para seniores que “se mantêm ativos”, proporcionando-lhes “um melhoramento nas áreas das relações humanas, do pensamento critico e da criatividade”, o que permite “uma melhor inserção na realidade do mundo em que vivemos”.

O programa universitário para estudantes seniores, que começou em 2003, abrange cursos anuais e representa uma “mais valia para a universidade e, sobretudo, para os estudantes”, salientou Teresa Ferreira, pró-reitora para esta área.

Teresa Ferreira salientou a importância deste programa enquanto fator de “promoção do envelhecimento ativo”, acrescentando que se visa o aprofundamento dos conhecimentos, mas também se “preocupa com a componente social e emocional das pessoas adultas com idade avançada”.

Todos os anos inscrevem-se, em média, 300 alunos neste programa da Universidade dos Açores, sendo que a inscrição não tem qualquer exigência relativamente a habilitações académicas.

No ano passado inscreveram-se 309 alunos, o mais novo com 50 anos e o mais velho com 92, mas Teresa Ferreira estima que este ano ocorram mais inscrições já que o programa vai estender-se aos concelhos do Nordeste e Povoação, em S. Miguel, à ilha do Pico e até existe uma solicitação da Madeira.

As inscrições para o ano letivo 2011/2012 estão abertas para 12 cursos, incluindo Museu dos Açores, Economia Portuguesa da Primeira República à Contemporaneidade, História da Família e da Vida Privada, Biologia Marinha, Flores e Jardim e Bem Estar Psicológico do Adulto e do Idoso.

Vulcões dos Açores, Fauna e Flora dos Açores, Formação Musical e A Casa Nobre de Portugal são outros dos cursos disponíveis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.