Rádio Ilhas quer “ultrapassar fronteiras” dos Açores

Rádio Ilhas quer “ultrapassar fronteiras” dos Açores

 

Rui Jorge Cabral/Daniela Braga Correia   Regional   17 de Out de 2009, 18:23

A Rádio Ilhas é uma nova rádio online, feita a pensar nas ilhas dos Açores, nas suas gentes, na sua cultura e na sua música.

Em entrevista ao AO online, Mário Jorge Pacheco, um dos fundadores desta rádio online, disse que "a Rádio Ilhas é a concretização de um sonho já de algum tempo".

Tudo começou como uma "brincadeira" no início deste ano, mais precisamente no mês de Janeiro. Mário Jorge Pacheco e o seu sócio, João Almeida, começaram por instalar-se numa casa particular, onde montaram parte do material que têm actualmente.

No entanto, não estavam satisfeitos e queriam encontrar um espaço comalgum desafogo. Surgiu então a oportunidade de deslocar a rádio para um quarto do Coliseu Micaelense.

Assim, após a remodelação do espaço e aquisição de mais alguns aparelhos acontece, no dia oito de Setembro, a abertura oficial da Rádio Ilhas. Segundo as palavras de Mário Jorge Pacheco, trata-se de "uma aposta , em termos de rádio, em relação à cultura açoriana e à música açoriana".

O objectivo da rádio é "ultrapassar fronteiras", dinamizar o intercambio entre os açorianos espalhados pelo mundo fora, mostrando também como estes vivem nos locais que os acolheram.

Durante 24 sobre 24 horas, pode-se ouvir na Rádio Ilhas um conjunto variado de sons, sem "fusos horários" que vão mostrando o que é ser açoriano.

Mário Jorge Pacheco está muito satisfeito com os resultados que tem obtido. "Neste momento temos bastante gente das nove ilhas do arquipélago que tem tido acesso à nossa rádio. Só no dia da inauguração tivemos 370 entradas de acessos à internet", o que mostra o interesse e a curiosidade das peessoas.

Este projecto, que contou com a disponibilidade da administração do Coliseu Micaelense e que diaramente conta com o sinal da Zon Açores para entrar no ar, foi também divulgado no Canadá - em Toronto e Montreal - e na América do Norte, concretamente na Califórnia.

Segundo as palavras de Mário Jorge Pacheco, há também no Brasil uma quantidade significativa de pessoas, residentes sobretudo em Santa Catarina e Florianópolis, que ouvem esta rádio. E acrescentou ainda que "da mesma maneira que levamos para os Estados Unidos da América e para o Canadá a saudade e aquilo que é tradicional, para Florianópolis, para além disso, vamos introduzindo outras coisas que vão de alguma maneira saciando a curiosidade e interesse que eles têm pela nossa cultura".

Esta nova rádio surgiu com o interesse comum pela divulgação da música e cultura açorianas através das novas tecnologias. A Rádio Ilhas é efectivamente uma nova aposta sobre o real valor da cultura insular, um novo meio, diferente das outras rádios, um novo sítio, onde se poderá "repensar" a vivacidade nas margens da rádio.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.