Gás

Putin apela à UE para pagar dívida ucraniana

Putin apela à UE  para pagar dívida ucraniana

 

Lusa/AO Online   Internacional   2 de Nov de 2009, 14:35

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, voltou a aconselhar a União Europeia a ajudar a Ucrânia a pagar a dívida pelo gás russo e espera que Kiev continue a cumprir os seus compromissos.

“Até agora, os nossos parceiros ucranianos cumpriram as suas obrigações contratuais. Esperamos que continuem a fazer o mesmo”, declarou Putin depois de um encontro com o seu homólogo dinamarquês na capital russa.

Depois de recordar que a Rússia pagou 2,5 mil milhões de dólares pela passagem do gás russo para a Europa através do território ucraniano, o primeiro-ministro russo acrescentou numa linguagem que lhe é comum: “Os parceiros europeus poderiam entrar com pelo menos mil milhões. Porque são forretas se têm dinheiro? Que abram os cordões à bolsa”.

Putin recordou que a UE prometera à Ucrânia apoio financeiro, mas acrescentou: “Já passou mês e meio, será que ainda não chegou a hora?”.

“O FMI diz-nos que a Ucrânia não tem problemas de dinheiro. Iúlia Timochenko, primeira-ministra ucraniana, diz que o Presidente Iuschenko bloqueou a transferência desse dinheiro do Banco Central para o Governo pagar”, declarou.

“Nada sabemos sobre isso, não nos intrometemos nos assuntos internos da Ucrânia durante a campanha eleitoral. Mas se houver problemas, pedimos aos nossos parceiros europeus que intervenham”, concluiu Putin.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.