Açoriano Oriental
PSP detém cinco adeptos de futebol em Angra do Heroísmo por crimes contra a autoridade pública

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve hoje cinco adeptos de um clube de futebol em Angra do Heroísmo, nos Açores, por crimes contra a autoridade pública, numa intervenção que terminou com dois agentes feridos.

PSP detém cinco adeptos de futebol em Angra do Heroísmo por crimes contra a autoridade pública

Autor: Lusa /AO Online

“A divisão policial de Angra do Heroísmo procedeu à detenção, em flagrante delito, de cinco indivíduos, todos do sexo masculino, com idades entre os 31 e os 40 anos, pela prática de crime de resistência e coação sob funcionário”, avançou a PSP, em comunicado de imprensa.

A detenção ocorreu hoje de madrugada, junto aos bares do Porto de Pipas, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, e os detidos pertenciam a uma “claque desportiva”.

A autoridade policial disse ter sido chamada ao local, com queixas de “desordem e agressões” e a “existência de duas pessoas feridas”.

“Prontamente uma equipa da PSP deslocou-se para o local onde foi recebida por cerca de 20 indivíduos que, de forma hostil e agressiva, procuravam intimidar os esforços policiais que tentavam repor a ordem pública”, adiantou.

Segundo a PSP, perante “uma escalada nas ameaças e tentativas de agressão aos agentes policiais”, estes recorreram a armas “com munições de baixa potencialidade letal” e efetuaram “um disparo para o ar, sem causar qualquer dano ou ferimento”.

“Como resultado desta ação policial, o grupo organizado de adeptos dispersou, conseguindo a PSP efetuar cinco detenções nos momentos seguintes”, revelou.

A autoridade disse que “dois agentes policiais ficaram feridos” e um deles teve de ser transportado para o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, “já tendo obtido alta”.

As detenções “foram comunicadas à Autoridade Judicial do Tribunal de Angra do Heroísmo” e os arguidos “foram apresentados a primeiro interrogatório”.

Foram aplicadas como medidas de coação “a confirmação de termo de identidade e residência, a proibição de contactos entre os detidos e a proibição do acesso ao recinto desportivo, onde se realizou o jogo de futebol a contar para a Liga 3, entre o Fontinhas e a Associação Académica de Coimbra”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados