PSP detém 30 membros da No Name Boys


 

Lusa/AOonline   Nacional   16 de Nov de 2008, 14:40

Quarenta buscas a residências e instalações da claque benfiquista No Name Boys, cerca de 30 detidos e apreensão de droga e tochas incendiárias é o balanço da operação realizada hoje pela PSP, revelou à Agência Lusa fonte policial.
    A fonte adiantou à Lusa que a operação, efectuada no âmbito de uma investigação a cargo do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, visou os líderes e outros membros dos No Name Boys que têm vindo a agredir adeptos de claques rivais e também elementos das forças policiais.

    No decurso da operação, que se iniciou na madrugada de hoje, foi também possível, de acordo com a fonte, apurar que alguns dos membros daquela claque do Benfica se dedicavam ao tráfico de estupefacientes.

    Além de droga, a PSP apreendeu tochas incendiárias e outros objectos considerados perigosos.

    Entre os cerca de 30 detidos estão os líderes da claque e vários seguidores dos No Name Boys, cujas residências foram alvo de busca.

    Alguns foram detidos já com mandado de detenção, numa investigação que envolveu escutas telefónicas.

    Os detidos deverão ser ouvidos segunda-feira no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa.

   


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.