Política

PSD acusa Governo de "provocação inadmissível" ao Presidente da República

PSD acusa Governo de "provocação inadmissível" ao Presidente da República

 

Lusa/AO online   Regional   22 de Set de 2011, 18:18

O PSD/Açores acusou o Governo Regional de “provocação inadmissível” ao Presidente da República por marcar a inauguração de um troço de via rápida em S. Miguel na altura em decorre uma deslocação de Cavaco Silva a esta ilha.
“Trata-se de uma obra que podia ser inaugurada antes ou depois da visita presidencial ou mesmo integrada no seu programa oficial que era do conhecimento prévio da Presidência do Governo Regional”, refere um comunicado da Comissão Política Regional do PSD/Açores.

Para os sociais-democratas, “ao inaugurar uma obra pública regional nas costas do Presidente da República, durante a visita presidencial, o Governo Regional dos Açores comete uma provocação inadmissível e uma afronta inaceitável ao Chefe de Estado”.

“Carlos César pode não gostar de Cavaco Silva, mas o presidente do Governo Regional tem a obrigação institucional de respeitar o Presidente da República”, defende o PSD/Açores, considerando que o presidente do executivo regional, depois de acompanhar o Chefe de Estado na deslocação a Santa Maria, Graciosa, S. Jorge, Flores e Corvo, “vira as costas” ao Presidente da República quando ele se encontra em Ponta Delgada.

Nesse sentido, o PSD/Açores “lamenta profundamente que o presidente do Governo Regional dos Açores não demonstre o mínimo sentido de Estado no exercício das suas funções, envergonhando desta forma os açorianos que gostam de bem receber quem nos visita por bem”.

Na origem desta posição do PSD/Açores está a inauguração da Variante a Vila Franca do Campo, integrada no Eixo Sul da SCUT de S. Miguel, que está marcada para as 15:00 de sábado, uma hora antes de Cavaco Silva inaugurar o Centro de Estudos Natália Correia, acompanhado por Berta Cabral, presidente da Câmara de Ponta Delgada e líder do PSD/Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.