PSD/Açores diz que Vasco Cordeiro não foi "digno" ao recusar reunião pedida

PSD/Açores diz que Vasco Cordeiro não foi "digno" ao recusar reunião pedida

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Jun de 2019, 09:44

O líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, criticou o chefe do executivo regional, o socialista Vasco Cordeiro, afirmando que não foi "digno" ao ter recusado reunir-se com os sociais-democratas a propósito dos transportes marítimos.

"Julgo que a atitude que o senhor presidente do Governo [Regional] teve em relação a não receber o maior partido da oposição não é nada digno de um presidente de um governo (...) Não compreendemos esta atitude. Se estivéssemos no Governo, teríamos outra atitude", vincou Gaudêncio aos jornalistas em Ponta Delgada.

O social-democrata falava após ter pedido uma reunião urgente com Vasco Cordeiro sobre a operação de transporte marítimo, com o executivo dos Açores a responder ao PSD dizendo que as dúvidas do partido são de "natureza operacional e técnica" e a pessoa que melhor poderia responder às mesmas era a secretária com a tutela dos Transportes, Ana Cunha.

"Não aceitamos ser recebidos pela senhora secretária. A reunião que queríamos era com o presidente do governo. Ele não estando disponível, o que não aceitamos, não iremos reunir com a senhora secretária", prosseguiu o líder dos sociais-democratas açorianos.

Em 14 de junho, Alexandre Gaudêncio tinha pedido uma reunião com “caráter urgente” ao presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, para abordar os “falhanços” na operação de verão de transporte marítimo de passageiros e viaturas na região.

A Atlânticoline, operadora pública, anunciou recentemente ter fretado o navio “Aqua Jewel” para assegurar a operação de verão, depois de o armador do “Azores Express” ter rescindido o contrato.

Habitualmente, a operação de verão de transporte de passageiros e viaturas da Atlânticoline é feita com recurso a dois navios, um rápido e um convencional, que ligam todas as ilhas dos Açores, exceto o Corvo.

Ao PSD/Açores, o executivo regional disponibilizou uma série de datas e horas para uma reunião com a titular da pasta dos Transportes, Ana Cunha.

"Considero que a secretária regional, bem como o presidente do conselho de administração da Atlânticoline devem informar, também, na modalidade da reunião solicitada, o PSD/Açores de todas as circunstâncias dessa avaria técnica e incumprimento contratual", disse Vasco Cordeiro no despacho de resposta ao PSD/Açores enviado ao partido pelo secretário regional Berto Messias.

Os sociais-democratas deram  conta ao executivo da sua indisponibilidade para se reunirem com a governante, insistindo num encontro com o chefe do executivo açoriano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.