PSD/Açores diz que “falhanço da promoção” levou ao cancelamento da Delta

PSD/Açores diz que “falhanço da promoção” levou ao cancelamento da Delta

 

Lusa/AO Online   Regional   23 de Out de 2019, 15:22

O presidente da Comissão Política de Ilha de São Miguel do PSD/Açores afirmou esta quarta-feira que foi o “falhanço” do Governo Regional na promoção turística que conduziu ao cancelamento da operação da Delta Air Lines.

Segundo Daniel Pavão, citado em nota de imprensa, a secretária regional do Turismo, Marta Guerreiro, “perdeu demasiado tempo a promover uma ‘cartilha para a sustentabilidade’ e esqueceu-se da promoção turística que se exigia”.

Para o dirigente social-democrata, o “falhanço da promoção turística” por parte da Associação Turismo Açores (ATA) no passado, associado à transferência dessa mesma promoção por parte do Turismo de Portugal, “teve esta sua primeira consequência”.

Considerando que o cancelamento da rota entre a Nova Iorque e Ponta Delgada, por parte da Delta Air Lines, “é um duro golpe para a economia da ilha de São Miguel e da região no seu todo”, o responsável declara que “ficam em causa os investimentos já efetuados e programados para os próximos anos, muitos deles aprovados ou em aprovação por parte das entidades competentes”.

“O Governo tem de explicar como fica agora o concurso público/ajuste direto para a promoção dos Açores nos Estados Unidos”, frisou Daniel Pavão, que adiantou “exigir-se uma assunção de responsabilidades imediatas por parte da secretária regional do Turismo, Marta Guerreiro, e do presidente do Governo, Vasco Cordeiro”.

O presidente da Comissão Política de Ilha de São Miguel considera que, com o cancelamento da operadora norte-americana, “perde a economia de São Miguel e toda a economia regional”, sendo que o turismo, que “tem sido até aqui a boia de salvação deste Governo”, a partir de agora "deixa de existir".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.