PS rejeita voto de protesto contra encerramento de escolas

PS rejeita voto de protesto contra encerramento de escolas

 

Lusa/AO Online   Regional   29 de Set de 2011, 13:06

– A maioria socialista na Assembleia Legislativa dos Açores impediu hoje a aprovação de um voto de protesto contra a forma como foi decidido o encerramento de escolas do primeiro ciclo e jardim de infância no início deste ano letivo.

A iniciativa do BE recebeu os votos favoráveis de todos os partidos da oposição, mas foi rejeitada com os votos contra do PS, que tem maioria no parlamento regional.

O documento salientava que, “após a anunciada reestruturação da rede escolar, muitos pais e encarregados de educação foram surpreendidos com o encerramento da escola que os seus educandos iriam frequentar neste ano letivo”.

Estes encerramentos, segundo o BE, foram decididos “sem respeitar a autonomia dos órgãos de gestão dos agrupamentos onde estas escolas se inserem, sem ouvir a opinião de câmaras e juntas de freguesia dos locais a que pertencem as escolas e, sobretudo, desconsiderando em absoluto os pais e encarregados de educação”.

“No ensejo de justificar decisões inexplicáveis, a tutela apresentou razões de ordem pedagógica, sem discorrer da forma anti-pedagógica e autoritária como o processo tem decorrido”, acrescenta o documento.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.