Presidente pede a talibãs e revoltosos que deponham as armas


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Nov de 2009, 11:13

O presidente afegão, Hamid Karzai, voltou esta sexta-feira a apelar aos talibãs e revoltosos para que deponham as armas e participem na reconstrução do Afeganistão, que hoje celebra a festa muçulmana do sacrifício.
"Neste dia santo de Aid al-Adha, renovo de novo a esperança de que os nossos irmãos e compatriotas, entre as fileiras dos talibãs, do Hezb-e-Islami (movimento do veterano senhor da guerra Gubulddin Hekmatyar) e outros grupos armados, voltem para o Afeganistão, deponham as armas, se reconciliem, e se envolvam na reconstrução do país", disse Hamid Karzai à imprensa após as orações das celebrações.

Karzai já tinha apelado aos talibãs para que se juntassem ao processo político, no seu discurso de tomada de posse do segundo mandato de cinco anos, no passado dia 19, prometendo a realização de uma "loya jirga", assembleia tradicional convocada pelos líderes afegãos, para conseguir o regresso da paz ao país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.