Política

Presidente georgiano faz apelo à UE

Presidente georgiano faz apelo à UE

 

Lusa/AO online   Internacional   27 de Ago de 2008, 11:11

O Presidente georgiano Mikhail Saakachvili apelou à próxima cimeira da União Europeia (UE) para que se "pronuncie claramente a favor" da Geórgia, em entrevista hoje publicada no diário alemão Bild
    "A Rússia altera de forma arbitrária e com violência as fronteiras da Europa", afirmou, advertindo que "se a Europa permitir uma vez [que tal aconteça], a Rússia voltará a fazê-lo no futuro".

    Quando interrogado sobre a intenção da Geórgia de contra-atacar, Saakachvili afirmou categoricamente: "não, não temos qualquer hipótese do ponto de vista militar".

    Saakachvili não pretende participar na cimeira europeia extraordinária convocada pela presidência francesa da UE para 01 de Setembro, em Bruxelas, dedicada à crise no Cáucaso.

    "Se eu sair da Geórgia, os russos encerrarão o nosso espaço aéreo e impedirão que eu regresse ao país", acusou.

    Saakachvili referiu ainda a atitude da chanceler alemã Angela Merkel que, segundo disse, falou duramente contra a Rússia.

    "Ela sabe quem são os russos, viveu entre eles (sendo originária da ex-RDA). Sabe que, para eles [os russos], as mentiras são um meio de comunicação normal, e que os russos podem ser brutais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.