Açoriano Oriental
“Presépios da Santa Casa” em exposição no Museu Vivo do Franciscanismo

Está patente no Museu Vivo do Franciscanismo a exposição “Presépios das valências da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande”, mostra que apresenta ao público dezassete presépios em resposta a um desafio lançado às várias valências daquela instituição de solidariedade social.

“Presépios da Santa Casa” em exposição no Museu Vivo do Franciscanismo

Autor: AO Online

A exposição pode ser visitada virtualmente através do link https://my.matterport.com/show/?m=QzvxtgNVvAn

Segundo nota, tendo consciência da importância que a cultura tem no desenvolvimento social e educativo da comunidade, a Câmara da Ribeira Grande apostou numa dinâmica de promoção diferente, recorrendo a sistemas mais atuais e modernos para divulgação desta exposição, respondendo em simultâneo aos desafios colocados pela pandemia.

Embora os serviços se encontrem encerrados, a atividade cultural decorre nos moldes adequados ao momento atual e, com a aproximação da quadra natalícia, a edilidade colaborou nesta exposição de presépios

Os frades franciscanos foram, e ainda hoje o são, a ordem religiosa que mais trabalhou para o povo e com o povo, sempre atentos aos mais necessitados e trabalhando em espírito de missão e de evangelização, promovendo os valores da fé cristã.

Na sua génese de ação temos a mensagem: “com Deus, tudo; sem Deus, nada”. Só Deus preenche tudo em todos (Efésios 1.23). São Francisco de Assis, fundador da ordem mendicante dos frades menores e que, segundo a história, foi o primeiro a pensar e a concretizar um presépio de Natal, em 1223, no monte Greccio, em Itália e, desde então, a tradição de construir um presépio, em nossas casas, para louvar o nascimento do menino tornou-se num momento verdadeiramente especial do Natal.


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.