Açoriano Oriental
Potenciais vítimas de apresentador da BBC sobem para 450
O número de potenciais vítimas de abusos sexuais pelo falecido apresentador de televisão Jimmy Savile subiu para 450, informou hoje a polícia britânica, que deteve um quarto suspeito no âmbito das investigações.
Potenciais vítimas de apresentador da BBC sobem para 450

Autor: Lusa/AO online

Um homem com cerca de 60 anos foi detido para interrogatório por suspeita de crimes sexuais, embora as autoridades tenham salientado que não o relacionam diretamente com o ex-apresentador da BBC.

A Polícia Metropolitana de Londres, que está encarregada da "operação Yewtree", está a investigar centenas de queixas de abusos feitas contra Jimmy Savile, uma das estrelas da televisão britânica nos anos 1970 e 1980.

A "grande maioria" das 450 potenciais vítimas, precisou a polícia em comunicado, fez alegações contra o apresentador, que morreu no ano passado com 84 anos, mas a investigação alargou-se também a outras figuras.

O antigo cantor Gary Glitter, o animador Freddie Starr e o ex-produtor da BBC Wilfred De'Ath foram os outros suspeitos detidos e libertados sob caução.

A dimensão dos alegados abusos sexuais de Jimmy Savile só começou a ser conhecida em outubro, após a transmissão de um documentário na estação ITV, com testemunhos de alegadas vítimas.

Desde então, a polícia disse ter recebido queixas de 300 potenciais vítimas e estar a investigar centenas de pistas relativas a várias décadas de atos que poderão ter ocorrido em instalações da BBC e unidades de saúde públicas.

O escândalo fez outras vítimas de pedofilia denunciarem o envolvimento de figuras públicas em abusos sexuais a crianças de uma instituição no País de Gales, nos anos 1970 e 1980, e cujo inquérito inicial terá alegadamente encoberto.

A BBC, que foi criticada por não ter transmitido uma reportagem sobre Savile antes da ITV, voltou a ser criticada por mostrar outra que implicava erradamente o político conservador Alistair McAlpine.

A estação pública britânica foi obrigada a pedir desculpa, o diretor-geral George Entwistle demitiu-se e determinou medidas disciplinares aos funcionários envolvidos.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.