Açoriano Oriental
Alimentação
Portugueses gastam cerca de 140 euros por ano em bacalhau
As famílias portuguesas gastam cerca de 140 euros por ano na compra de bacalhau, dos quais cerca de metade entre os meses de Novembro e Dezembro, altura em que se concentra a maior procura.

Autor: Lusa/AO online
Os dados foram revelados hoje pelo director do Conselho Norueguês da Pesca (Norge) para Portugal, Christian Bue Nordahl, que não antecipa um abrandamento do consumo devido à crise.

O responsável da Norge disse, num almoço com jornalistas, que cerca de 60 por cento das famílias portuguesas compram bacalhau em Dezembro e, apesar deste ano, aparentemente estarem a adiar as compras, espera que sejam vendidas cerca de 10 mil toneladas.

Em Dezembro do ano passado, venderam-se cerca de 11 mil toneladas, quase quatro vezes mais do que num mês normal.

Christian Bue Nordahl sublinhou que o bacalhau representa a quarta categoria mais importante para os retalhistas, a seguir à carne, produtos lácteos e vegetais.

O embaixador da Noruega, Ove Thorsheim, destacou que o país tem seguido uma política de pescas sustentáveis, o que tem permitido a recuperação dos ‘stocks’ pesqueiros e o aumento das quotas.

Em 2012, a quota de captura para o bacalhau do Nordeste Atlântico (Mar de Barents) é de 751 mil toneladas em 2012, das quais 349 mil são atribuídas à Noruega.

O aumento da procura tem levado os noruegueses, sendo o Brasil actualmente um dos principais mercados.

A partir de hoje, todo o bacalhau proveniente da Noruega é reconhecido como pesca sustentável, segundo as normas internacionais do Marine Stewardship Council (MSC) uma organização não-governamental que garante que o peixe capturado está de acordo com as boas práticas de pesca.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.