Liga dos Campeões

Portugal com 23 jogadores e dois treinadores em equipas estrangeiras


 

AO Online/ Lusa   Futebol   14 de Set de 2019, 12:36

Vinte e três futebolistas e dois treinadores portugueses vão estar ao serviço de 15 equipas estrangeiras na fase de grupos da Liga dos Campeões, numa lista encabeçada, naturalmente, por Cristiano Ronaldo, o melhor marcador da história da prova.

Em relação à temporada transata, Portugal tem um acréscimo de seis jogadores e menos um técnico, sendo que o ‘capitão’ da seleção lusa, autor de 127 golos em 166 jogos na ‘Champions’, é um dos 10 repetentes.

Além de Ronaldo, que vai representar a Juventus pelo segundo ano, mais sete jogadores segue nas mesmas equipas, casos de Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund), Nélson Semedo (FC Barcelona), Mário Rui (Nápoles), Éder (Lokomotiv Moscovo), Bernardo Silva (Manchester City), Gonçalo Guedes (Valência) e Anthony Lopes (Lyon), que defronta o Benfica.

Por seu lado, dois jogadores, ambos ‘made in Seixal’, voltam a estar presentes, mas em equipas distintas: Renato Sanches trocou o Bayern Munique pelo Lille e João Cancelo deixou a Juventus e ingressou no Manchester City.

Quanto a novidades, são 13, entre as quais João Félix (Atlético de Madrid), o ‘sr. 126 milhões’, Tomané (Estrela Vermelha), Ivo Pinto (Dínamo Zagreb), João Mário (Lokomotiv Moscovo), Bruno Varela (Ajax) e Thierry Correia (Valência).

Os restantes sete jogadores que não estiveram na fase de grupos de 2018/19 pertencem a apenas duas equipas, quatro ao Olympiacos (José Sá, Bruno Gaspar, Rúben Semedo e Daniel Podence) e três ao Lille (Tiago Djaló, José Fonte e Xeka).

Os gregos e os franceses, com Renato Sanches, são, com quatro jogadores, os clubes com mais futebolistas lusos, sendo que os helénicos ganham no ‘desempate’, pois são liderados por um técnico luso, o ex-‘vimaranense’ Pedro Martins.

Curiosamente, também veio do Vitória minhoto o outro treinador português presente, no caso Luís Castro, que sucedeu a Paulo Fonseca no comando do Shakhtar Donetsk.

Pedro Martins e Luís Castro sucedem a Paulo Fonseca, que rumou à Roma (está na Liga Europa), Leonardo Jardim (Mónaco) e ao histórico José Mourinho, que ainda não encontrou clube desde que foi despedido pelo Manchester United em dezembro.

No que respeita aos jogadores, sete estiveram em 2018/19 e não repetem, nomeadamente Gelson Martins e Rony Lopes (ambos do Mónaco), Manuel Fernandes (Krasnodar), André Simões e Hélder Lopes (AEK Atenas), Diogo Dalot (Manchester United) e Rúben Vezo (Valência).

O Grupo H é o que tem mais futebolistas lusos (seis), mas as maiores atenções estão centradas no D, com o duelo entre Cristiano Ronaldo e João Félix, ‘arbitrado’ pelo ‘herói’ Éder, autor do golo mais importante da história de Portugal.

- Lista dos jogadores e treinadores portugueses inscrito por equipas estrangeiras na edição 2019/2020:

JOGADORES (23)

Grupo B: Tomané (Estrela Vermelha) e José Sá, Bruno Gaspar, Rúben Semedo e Daniel Podence (Olympiacos).

Grupo C: Ivo Pinto (Dinamo Zagreb) e João Cancelo e Bernardo Silva (Manchester City).

Grupo D: João Félix (Atlético Madrid), João Mário e Éder (Lokomotiv Moscovo) e Cristiano Ronaldo (Juventus).

Grupo E: Mário Rui (Nápoles).

Grupo F: Raphaël Guerreio (Borussia Dortmund) e Nélson Semedo (FC Barcelona).

Grupo G: Anthony Lopes (Lyon).

Grupo H: Bruno Varela (Ajax), Tiago Djaló, José Fonte, Xeka e Renato Sanches (Lille) e Thierry Correia e Gonçalo Guedes (Valência).

TREINADORES (2)

Grupo B: Pedro Martins (Olympiacos).

Grupo C: Luís Castro (Shakhtar Donetsk).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.