Ponta Delgada recebe European Blues Challenge entre 04 e 06 de abril

Ponta Delgada recebe European Blues Challenge entre 04 e 06 de abril

 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   23 de Jan de 2019, 11:45

Portugal vai receber este ano pela primeira vez o European Blues Challenge, um evento que junta pessoas de toda a Europa para promover o blues, e que acontece em Ponta Delgada, nos Açores, entre 04 e 06 de abril.

O European Blues Challenge (EBC) divide-se em três eventos principais: o concurso de bandas, no qual participam 22 coletivos de diferentes países da Europa, a assembleia-geral da União Europeia de Blues (EBU, na sigla em inglês) e o Blues Market, uma feira promocional de blues, que funciona em paralelo com uma mostra de produtos regionais.

O evento arranca com uma noite de blues português, em que atuam as três bandas nacionais: os Budda Power Blues, Messias & The Hot Tones e Vítor Bacalhau.

À agência Lusa, Adalberto Ribeiro, parceiro da iniciativa em Portugal, explicou que, no concurso, que acontece nos dias 05 e 06 de abril no Coliseu Micaelense, participam bandas de 22 países europeus, que foram previamente distinguidas dentro do seu país.

Durante três dias, o público micaelense terá, também, a oportunidade de ficar a conhecer melhor o universo do blues europeu, visitando o Blues Market, instalado nas Portas do Mar, onde os delegados da EBU mostram o seu trabalho.

A iniciativa promove, ainda, pela primeira vez, uma oficina de marketing digital para festivais, uma parceria da organização com a Associação Portuguesa de Festivais de Música.

Adalberto Ribeiro considera que “a partir do momento em que é nos Açores, em Santa Maria, que se organiza aquele que é, hoje, o maior e mais antigo festival de Blues do país, e um dos maiores da Europa, teria toda a lógica" fazer-se este evento nos Açores, acrescentando que esta é “uma maneira de trabalhar para a descentralização, de trazer eventos não só para o Porto e Lisboa, mas também para outras regiões do país, que têm as capacidades e as valências para os poderem organizar".

Segundo o parceiro, a iniciativa de apresentar a candidatura partiu de uma vontade de “dar uma nova visão, integrando muito a promoção dos Açores como destino turístico”, considerando que “esse que os Açores trazem a este evento, traz um fator diferenciador em relação a todas as edições" passadas.

Para a organização, o European Blues Challenge, que deverá trazer à ilha de São Miguel mais de mil pessoas, é também um importante passo para a internacionalização da marca “Santa Maria, Capital do Blues”, que poderá “começar a trazer algum fluxo de turismo cultural para as ilhas”.

O evento chega aos Açores pela mão da Associação Escravos da Cadeinha, que organiza o Santa Maria Blues Fest, e conta com a parceria da Trovas Soltas, da qual Adalberto Ribeiro faz parte, e o apoio do Governo Regional dos Açores e da Câmara Municipal de Ponta Delgada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.