Açoriano Oriental
Petição que defende reforço do ensino de Português para lusodescententes lançada hoje

Uma petição que pede o reforço do ensino de Português no estrangeiro, de forma gratuita, vai ser lançada este sábado na cidade de Bruxelas, na Bélgica, aproveitando o dia em que se assinala a morte de Fernando Pessoa.


Foto:
Autor: AO Online/ Lusa

Esta petição, segundo explicam os subscritores, em comunicado, tem como objetivo “o ressurgimento do ensino de português como língua materna junto das crianças e jovens portugueses e lusodescendentes residentes no estrangeiro”.

“As decisões políticas que foram e estão a ser tomadas têm progressivamente levado à extinção do ensino de português como língua materna para os filhos e descendentes de emigrantes”, sublinha a nota.

Nesse sentido, os subscritores da petição “Português para Todos” pretendem que, caso consigam as assinaturas necessárias, que a Assembleia da República tome algumas medidas que fomentem o ensino da língua portuguesa no estrangeiro.

“Esta é uma matéria que toca diretamente cada um dos cinco milhões de portugueses que vivem fora do país, mas também aos 10 milhões de portugueses que vivem em Portugal, razão pela qual subscreveram e apoiaram a petição”, sublinha a nota.

A mudança da tutela do ensino de Português no Estrangeiro do Ministério dos Negócios Estrangeiros para o da Educação, a revogação da propina para todos os jovens portugueses e lusodescendentes e a expansão da rede de ensino são algumas das medidas preconizadas na petição.,

A petição vai ser lançada esta tarde, na Praça Fernando Pessoa, em Bruxelas.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.