Paulo Portas promete ser oposição e leal


 

Lusa / AO online   Nacional   8 de Out de 2009, 18:42

O líder do CDS-PP prometeu esta quinta-feira ser oposição e leal ao seu eleitorado, gracejando esperar que da próxima vez que um chefe de Estado convoque os partidos para indigitar um primeiro-ministro sejam os democratas-cristãos a indigitá-lo.
“Nós seremos, como eu disse na noite das eleições, oposição e seremos leais ao nosso eleitorado e ao caderno de encargos que apresentámos”, afirmou o líder do CDS-PP, Paulo Portas, em declarações aos jornalistas no final de um encontro com o Presidente da República, realizada no âmbito do processo de formação do novo Governo.

Sem adiantar qualquer detalhe sobre a conversa com o chefe de Estado, Paulo Portas deixou, contudo, um desejo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.