Parlamento aprova voto de pesar pela morte de Fausto Correia


 

Lusa / AO online   Nacional   11 de Out de 2007, 17:39

O Parlamento aprovou hoje, por unanimidade, um voto de pesar pela morte do eurodeputado socialista Fausto Correia, que faleceu terça-feira em Bruxelas, e guardou um minuto de silêncio pela sua memória, terminando com uma salva de palmas.
    O voto, subscrito por todas as bancadas, sublinhou as "qualidades ímpares" de Fausto Correia, recordando a sua "entrega sem limites à causa pública".

    "A sua morte constitui uma perda irreparável para a democracia portuguesa. Fausto Correia era um Homem de generosidade ímpar, com um coração generoso e bondoso que lhe permitiu deixar amigos e admiradores por todos os locais por onde passou", sublinha o voto.

    "Fausto Correia encarnava na perfeição o serviço público, falando com quem quer que o procurasse, no sonho que tinha que era o de ser sempre útil à sua terra: Coimbra e Portugal", refere.

    Natural de Coimbra, Fausto Correia, foi deputado pelo PS e secretário de Estado da Administração Pública, dos Assuntos Parlamentares, adjunto do ministro de Estado e adjunto do primeiro-ministro, tendo sido eleito para o Parlamento Europeu em 2004 nas listas do PS.

    Antigo presidente da Associação Académica de Coimbra - Organismo Autónomo de Futebol, licenciado em Direito, repartiu a vida entre a carreira de jornalista e de político, tendo sido chefe da delegação da ANOP em Coimbra e administrador da RDP e da Lusa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.