Açoriano Oriental
Papa encoraja jovens a serem portadores da comunhão
O papa Bento XVI reafirmou hoje o empenho da igreja católica na reconciliação e unidade de todos os cristãos e encorajou os milhares de jovens reunidos no encontro Taizé, em Roma, a serem portadores da comunhão.
article.title

Foto: EPA/GIUSEPPE GIGLIA
Autor: LUSA/AOnline

Bento XVI participou hoje numa celebração ecuménica na Praça de São Pedro, no Vaticano, por ocasião do 35.º encontro anual da comunidade de Taizé, que decorre até quarta-feira e junta, em Roma, milhares de jovens cristãos católicos, protestantes e ortodoxos oriundos de todo o mundo.

No final do momento de oração, que partilhou com os mais de 40 mil jovens, o papa lembrou aos participantes que Deus não os deixa sozinhos nem isolados.

Bento XVI encorajou os participantes a serem "portadores da comunhão" e chamou-lhes "pequenas luzes" para a sociedade que merece "uma distribuição mais equitativa dos bens da terra" e "uma nova solidariedade humana", segundo a Agência Ecclesia.

O papa reafirmou o empenho da igreja católica na reconciliação e unidade de todos os cristãos e nesse sentido saudou com "especial afeto" os jovens ortodoxos e protestantes.

Bento XVI recordou e elogiou ainda a figura do fundador da comunidade Taizé, Roger Schutz, "testemunha infatigável do Evangelho de paz e de reconciliação, animado pelo fogo de um ecumenismo de santidade".

Este tipo de encontros foi iniciado em 1978 pelo protestante suíço Roger Schutz (1915-2005), fundador desta comunidade ecuménica instalada em Taizé, Borgonha (centro-leste da França), que todos os anos recebe dezenas de milhares de jovens europeus.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.