ONU

ONU defende criação de força humanitária

ONU defende criação de força humanitária

 

Lusa / AO online   Internacional   1 de Abr de 2010, 11:55

O presidente haitiano René Préval e a antiga ministra francesa Nicole Guedj defenderam quarta-feira em Nova Iorque a criação dos “Capacetes vermelhos”, uma força de intervenção humanitária sob a égide da ONU, para coordenar as respostas de urgência às catástrofes.
“A generosidade das nações deve disciplinar-se”, declarou Préval no seu discurso perante uma conferência internacional de doadores na sede nova-iorquina da ONU.

Préval defendeu “a necessidade da criação de uma força de intervenção humanitária, sob a égide da ONU, para coordenar a resposta às diferentes catástrofes que não deixarão de ocorrer: tremores de terra, tsunamis e outras calamidades devido às alterações climáticas”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.