Obama eleito pelos americanos como "homem mais admirado" à frente de Trump

Obama eleito pelos americanos como "homem mais admirado" à frente de Trump

 

Lusa/AO online   Internacional   27 de Dez de 2017, 18:40

O antigo Presidente dos Estados Unidos Barack Obama é o "homem mais admirado" pelos norte-americanos, distinção que consegue pelo décimo ano consecutivo, impondo-se a Donald Trump, indica uma sondagem publicada hoje pela Gallup.

A sondagem anual indica que o democrata Obama (que cumpriu dois mandatos na Casa Branca, de janeiro de 2009 a janeiro de 2017) foi escolhido por 17% dos americanos, três pontos percentuais à frente do republicano Donald Trump, o atual mandatário. Ainda assim, Obama perdeu cinco pontos percentuais face a 2016, o seu último ano como inquilino da Casa Branca.

Num terceiro lugar distante ficou o papa Francisco, à frente do reverendo Billy Graham, o senador republicano e ex-candidato presidencial John McCain ou diretor-executivo da companhia de automóveis elétricos Tesla, Elon Musk.

No seu inquérito anual, a Gallup pergunta aos norte-americanos não só quem é o homem que mais admiram, como também quem é a mulher.

Na classificação das mulheres, a vencedora - pela 16.ª vez consecutiva - foi Hillary Clinton, candidata democrata às eleições presidenciais de novembro 2016, derrotada por Donald Trump. No total, Hillary Clinton já foi escolhida como a mulher mais admirada pelos norte-americanos em 22 ocasiões.

Este ano obteve o apoio de 9% dos inquiridos, a sua pontuação mais baixa desde 2002, e com uma vantagem de apenas dois pontos percentuais face à antiga primeira dama Michelle Obama.

Na lista das senhoras também figura a chanceler alemã, Angela Merkel, e a atual primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump.

A sondagem da Gallup realiza-se desde 1946 - com exceção do ano de 1976. O inquérito deste ano resulta de 1.049 entrevistas telefónicas realizadas entre 4 e 11 de dezembro a norte-americanos maiores de idade.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.