Açoriano Oriental
Número de novos funcionários públicos reformados cai 7,6% em 2012
O número de funcionários públicos que vão passar para a reforma em 2012 caiu 7,6% face a 2011, num total de 18.534 novos aposentados, segundo contas feitas pela agência Lusa com base nas listas da Caixa Geral de Aposentações (CGA).
Número de novos funcionários públicos reformados cai 7,6% em 2012

Autor: Lusa/AO online

São menos 1.516 funcionários públicos que passam até ao final de dezembro deste ano para a reforma ao ano passado.

Na origem desta quebra poderá estar a entrada em vigor de novas regras que aumentaram, em 2011 e 2012, a penalização aplicada às reformas antecipadas.

No entanto, os sindicatos da Administração Pública dizem que o número de pedidos até ao final do ano é ainda elevado, na sequência das novas regras para 2013.

O secretário de Estado da Administração Pública, Helder Rosalino, garantiu, em outubro, que os pedidos de reforma entregues este ano não serão abrangidos pelas novas regras para a Função Pública, que vão entrar em vigor em 2013.

Em causa está a antecipação do aumento da idade da reforma na função pública, dos 63 anos e meio para os 65 já no ano que vem, em vez dos 64 anos anteriormente previstos, e alterações na fórmula de cálculo que poderão penalizar, sobretudo, os novos aposentados.

O Ministério da Educação e Ciência continua a ser o que mais funcionários públicos perde para a reforma, com 4.365 novos aposentados até final de dezembro.

Em segundo lugar surge o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, que integra os trabalhadores das autarquias, com 3.943 aposentados a saírem entre janeiro e dezembro.

Segue-se o Ministério da Saúde, onde até final de dezembro passam para a reforma um total de 1.951 funcionários.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.