Número de casais desempregados quase duplica em outubro

Número de casais desempregados quase duplica em outubro

 

Lusa/AO online   Economia   28 de Nov de 2012, 14:18

O número de casais com ambos os cônjuges desempregados quase duplicou em outubro face a igual mês de 2011 e já atinge os 10.495 casais, o valor mais elevado desde que esta informação é divulgada.

De acordo com os dados recolhidos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), em outubro deste ano, face a outubro do ano passado, há mais 5.209 casais (um aumento de 98,5%) a garantirem a sua sobrevivência com as prestações sociais pagas pelo Estado.

Este universo representa 6,5% do total de desempregados casados ou em união de facto inscritos no centro de desemprego (322.903 pessoas).

De acordo com o IEFP, mantém-se assim “o aumento constante” do número de casais com ambos os cônjuges desempregados, registando-se no final de outubro o número mais elevado desde que esta informação é recolhida (outubro de 2010).

No final do mês passado, dos desempregados inscritos nos centros de emprego, 48,9% eram casados ou viviam em situação de união de facto.

O aumento do desemprego foi mais acentuado nas uniões de facto (106,3%) em termos homólogos.

O IEFP divulgou apenas hoje também a informação mensal sobre o estado civil do desempregado e condição laboral relativos a setembro, um atraso justificado à agência Lusa pelo IEFP por questões relacionadas com os "circuitos" informáticos.

Em setembro, o número de casais com ambos os cônjuges desempregados aumentou 98,1% chegando aos 9.740 casais.

De acordo com os dados divulgados já este mês pelo IEFP, o número de inscritos nos centros de emprego aumentou 22,5% em outubro em termos homólogos e 1,7% face ao mês anterior, para 695.000 desempregados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.