Nova Iorque perde ligações directas com 25 cidades do mundo

Nova Iorque perde ligações directas com 25 cidades do mundo

 

Lusa / AO Online   Internacional   28 de Ago de 2008, 06:35

Nova Iorque perderá, a partir de Setembro, ligações directas com pelo menos 25 cidades do mundo, devido aos problemas que enfrenta a aviação norte-americana, revela um relatório de uma empresa de comparação de ofertas de voos.
    De acordo com o estudo da FareCompare.com, divulgado esta semana na revista Crain's, os aeroportos de Nova Iorque também verão reduzidas, nas próximas semanas, as frequências com outros 55 destinos, tanto dos Estados Unidos como do estrangeiro.

    A diminuição dos voos deve-se, segundo as próprias transportadoras, ao encarecimento do combustível da aviação e à estagnação da economia norte-americana, que levou à diminuição de passageiros.

    A revista nova-iorquina de negócios Crain's assinala que a companhia Delta tem previsto modificar a frequência de voos directos entre Nova Iorque e 16 destinos, os mesmos que a Continental e a American Airlines, com 14 destinos afectados cada uma.

    A partir de Setembro será impossível, por exemplo, voar directamente desde Nova Iorque a Tucson, no Arizona, enquanto que a Delta e a AirTran Airways serão as duas únicas companhias que vão ter um voo directo para Atlanta.

    Igualmente alguns destinos de férias vão ser afectados, já que a Delta irá suspender os seus voos para Sarasota, na Florida, e a American Airlines reduzirá a frequência dos que têm como destino San Juan (Porto Rico).

    Nem mesmo se poderá voar, sem escalas, desde Nova Iorque para 12 cidades internacionais, nomeadamente Banguecoque (Tailândia), Barranquilla (Colômbia), Palermo (Itália) e Colónia (Alemanha).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.