Açoriano Oriental
Município de Angra quer “Igualdade sem Idade”

No próximo dia 24 de outubro assinala-se o Dia Municipal para a Igualdade e à semelhança de outras autarquias da Região, a data será assinalada em Angra do Heroísmo, ilha Terceira.

article.title

Foto: CMAH
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Assim, entre o corrente mês e maio de 2019, o município de Angra do Heroísmo levará a cabo 22 ações de sensibilização para a importância da igualdade de género, que serão desenvolvidas no âmbito do seu Plano Municipal da Igualdade de Género nos centros de convívio de todo o concelho, adianta nota de imprensa.


Uma iniciativa sob o lema “Igualdade sem Idade”, será organizada em parceria com o Núcleo de Iniciativas de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e em colaboração com a UMAR Açores/CIPA – Delegação da ilha Terceira.


Segundo a vereadora Raquel Ferreira, responsável pelo pelouro, citada em nota de imprensa, afirma que “consideramos, por um lado, que os nossos cidadãos seniores podem ser protagonistas essenciais na desconstrução de estereótipos de género junto das gerações mais novas, nomeadamente, junto dos seus netos. Por outro lado, têm de estar alerta para estas situações porque os idosos são também um dos alvos preferenciais da violência doméstica. A desigualdade tem mostrado que não olha à idade e nós queremos inverter essa situação mostrando que é a igualdade sem idade que queremos para a nossa comunidade”,


Tendo em conta os dados disponíveis do relatório de 2017 da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, estes evidenciam que cerca de 31% das vítimas de violência doméstica no ano transato tinham entre 45 e 65 anos ou mais.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.