Rússia

Moscovo negoceia a criação de uma base naval na Abkházia


 

Lusa/AOonline   Internacional   13 de Nov de 2008, 17:12

A Rússia negoceia com a Abkházia a possibilidade de criar uma base naval nesta região separatista georgiana onde poderá estacionar a frota russa no Mar Negro se esta deixar a Ucrânia em 2017, indicou um responsável abkhaze.
"Há negociações já em curso" nesta matéria, indicou o ministro dos Negócios Estrangeiros abkhaze, Sergueï Chamba, citado pela agência Ria Novosti.

    "Saudamos a proposta da Rússia de criar na Abkházia uma base para os navios da frota do Mar Negro. Propusemos mesmo criar uma base não apenas para as forças terrestres, mas também para a marinha (russas)", acrescentou.

    O responsável admitiu que esta base possa ser criada em Otchamtchira, a leste de Soukhoumi, capital abkhaze.

    Um deputado russo, Vladimir Komoiedov, antigo comandante da frota russa do Mar Negro, indicou também hoje, citado pela Ria Novosti, que a Rússia "examinava" a possibilidade de enviar os seus navios de guerra para a Abkházia.

    A frota russa do Mar Negro poderá deixar a península ucraniana da Crimeia onde está estacionada desde a época soviética, quando expirar o acordo que rege o seu estacionamento no local, em 2017.

    Kiev insiste na partida dos navios russos em 2017 e apela para a Rússia negociar desde já as condições desta partida.

    Depois de um conflito armado com Tbilissi em Agosto, a Rússia reconheceu a independência das regiões separatistas georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul e decidiu instalar aí bases militares.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.