Monitorizadores de consumo é nova medida do Plano de Eficiência


 

Lusa/AO online   Economia   10 de Dez de 2010, 17:19

A instalação de milhares de monitorizadores de consumo eléctrico que permitem às famílias "ler" os gastos sem ter de ir ao contador é uma das 57 medidas do novo Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica.
No âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (PPEC) para 2011-2012, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou 57 medidas, que permitirão poupar cerca de 2.244 gigawatts/hora e 830 mil toneladas de CO2, ao longo dos próximos 21 anos.

"Através destas medidas vão ser instalados equipamentos mais eficientes dos que são normalmente adquiridos pelos consumidores e vão gerar ao longo do seu tempo útil de vida poupanças de energia que resultam em poupanças nas facturas dos clientes", disse à Lusa Pedro Verdalho, um dos responsáveis da ERSE.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.