Açoriano Oriental
Membros do Conselho Geral Independente da RTP iniciaram hoje funções
Os membros do Conselho Geral Independente (CGI) da RTP iniciaram hoje funções para eliminar qualquer risco de interferência política na televisão pública nos próximos seis anos, anunciou o gabinete do ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional.
Membros do Conselho Geral Independente da RTP iniciaram hoje funções

Autor: Lusa/AO Online

A professora universitária Ana Lourenço, o vice-reitor da Universidade de Lisboa, António Feijó, a gestora cultural Simonetta Luz Afonso, o professor universitário Manuel Pinto, o ex-presidente da ANACOM Álvaro Dâmaso e o ex-administrador da Fundação Gulbenkian Diogo Lucena foram hoje formalmente investidos em funções por Miguel Poiares Maduro.

A criação do CGI "procura contribuir quer para uma cabal eliminação do risco, ou da perceção do risco, de interferência do poder político na atuação da RTP, que afeta negativamente a credibilidade e imagem do serviço público perante os portugueses, quer para uma gestão mais eficaz e eficiente da sociedade", lê-se na lei que cria o conselho.

O CGI terá a função de definir as linhas orientadoras da empresa para o cumprimento das obrigações do serviço público, nomeando o Conselho de Administração e elaborando o projeto estratégico da RTP, bem como supervisionar a sua prossecução em substituição da tutela.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.