Medvedev espera superar dificuldades nas relações com NATO

Medvedev espera superar dificuldades nas relações com NATO

 

Lusa/AO Online   Internacional   7 de Dez de 2011, 09:12

O Presidente da Rússia afirmou hoje esperar que as dificuldades nas relações com a NATO, cujo projeto de defesa antimíssil europeu provocou uma brusca reação do Kremlin, sejam superadas.

"Gostaria de manifestar esperança de que saberemos superar (...) as dificuldades conhecidas que surgiram nas nossas relações com a NATO e continuaremos o desenvolvimento da nossa cooperação com a Aliança no espírito da cooperação mútua, com vista à estabilidade e segurança globais", declarou Dmitri Medvedev.

O chefe de Estado russo falava na cerimónia de entrega das cartas credenciais de 15 embaixadores estrangeiros.

No fim de novembro, Medvedev anunciou uma série de medidas de resposta se os Estados Unidos insistirem em instalar um sistema de defesa antimíssil na Europa.

Sobre a Síria, o dirigente russo declarou que Moscovo mantém a sua posição, esperando a estabilização do país sem ingerência externa.

"A amizade e simpatia mútua caraterizam historicamente as relações dos povos da Rússia e da Síria. Precisamente isso e o desejo de não permitir a erosão das normas fundamentais do Direito Internacional e dos princípios das relações entre Estados determinam as nossas abordagens face às provas muito difíceis que a Síria atravessa", precisou.

"Partimos do princípio de que os sírios devem sozinhos, sem ingerência externa, estabilizar a situação no país, parar a violência, estabelecer um diálogo nacional eficaz", concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.