Economia

Mário Soares vê com "preocupação" défice nas contas da Madeira

Mário Soares vê com "preocupação" défice nas contas da Madeira

 

Lusa/AO online   Nacional   21 de Set de 2011, 12:46

O ex-Presidente da República Mário Soares disse, em Coimbra, que vê com “preocupação” o défice nas contas públicas da Região Autónoma da Madeira.
“Vejo com preocupação, como é evidente”, afirmou Mário Soares, quando instado a comentar o ‘buraco financeiro’ nas contas da Madeira, mas escusando-se a fazer mais considerações sobre o assunto.

Mário Soares, que se deslocou à Universidade de Coimbra para participar na cerimónia de doutoramento ‘honoris causa’ do neurocientista António Damásio, disse, por outro lado, que “é preciso ter calma” em relação à situação financeira de Portugal e eventual necessidade do país ter de recorrer a um segundo resgate, ao Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e União Europeia.

“Há muitas pessoas que estão a exagerar as coisas, é preciso ter calma”, apelou o antigo chefe de Estado, questionado, pelos jornalistas, sobre a eventualidade de Portugal ter de pedir uma segunda ajuda externa, admitida pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante a sua entrevista à RTP, na noite de segunda-feira.

“Neste momento é preciso ter calma e esperar”, sublinhou Mário Soares, confessando que não está “tão pessimista como isso”.

Mas, adiantou, não sabe se Portugal vai mesmo ter de recorrer a novo resgate – “não faço ideia nenhuma, mas isso se verá”.

De todo o modo, “não vamos dizer cada vez mais que estamos como a Grécia, que estamos muito mal, que estamos cada vez pior”, apelou o ex-Presidente da República, concluindo que acha que Portugal não está como a Grécia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.