Mais de 40 mil pessoas respiraram moda durante os quatro dias do evento

Mais de 40 mil pessoas respiraram moda durante os quatro dias do evento

 

Lusa/AO Online   Economia   24 de Out de 2011, 07:39

O 29º Portugal Fashion chegou hoje ao fim e foram mais de 40 mil as pessoas que passaram pela Alfândega do Porto para conhecer as propostas primavera/verão 2012, sendo a aposta nos jovens criadores para manter nas próximas edições.

As luzes da passerelle desligaram-se depois do desfile com casa cheia de Carlos Gil, o estilista que veste a primeira-dama, Maria Cavaco Silva, que contou na plateia com a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário e do presidente da Câmara do Porto, Rui Rio.

Em declarações à Agência Lusa, o presidente da Comissão Executiva do Portugal Fashion, Manuel Teixeira, fez um "balanço muito positivo" da 29ª edição do evento.

"Um programa ligeiramente diferente, desta vez a terminar a um domingo, para podermos acolher um grande concurso [Porto Fashion Show] que nós queremos fazer um marco para o futuro. Valeu a pena essa pequena alteração de programa que nós fizemos e o saldo global é muito positivo", disse.

Segundo Manuel Teixeira, "no conjunto dos quatro dias estiveram mais de 40 mil pessoas" na Alfândega do Porto, estando este número "dentro do intervalo" previsto pela organização.

O Portugal Fashion pretende "continuar a lançar os novos nomes da moda portuguesa nos próximos anos", considerando o responsável pelo evento que "a moda pode ser um grande negócio para Portugal e que pode ser um setor que acrescenta muito valor, que traz riqueza ao país".

"A moda é um setor fundamental para o desenvolvimento económico e social do país. Temos que reconhecer que a conjuntura atual não é fantástica mas tem sido compensada com as exportações para mercados mais longínquos", disse, considerando que "o saldo global para o setor vestuário é francamente positivo".

O último dia do Portugal Fashion arrancou com o desfile do setor da Indústria, com várias marcas a apresentarem as tendências para a próxima estação, tendo-se seguido o Porto Fashion Show, evento que reuniu 15 estudantes finalistas de algumas das melhores escolas europeias de design de moda e que apresentaram três criações cada um.

A grande vencedora foi a jovem estilista francesa Bertille Goux, 21 anos.

"Vou criar uma nova coleção", disse Bertille Goux, depois de receber um prémio de 10 mil euros, que acumulou com mais dois mil euros pelo prémio por nacionalidade, e arrecadando um total de 12 mil euros.

Bertille Goux terminou em maio de 2010 o curso na escola Atelier Chardon Savard em Paris e hoje apresentou no Portugal Fashion os três coordenados "mais fortes" da coleção de mulher que elaborou para o trabalho de final do curso.

Joana Lima, 28 anos, free-lancer na indústria da moda, foi a vencedora portuguesa do evento.

A criadora, que arrecadou um prémio de dois mil euros, apresentou três coordenados, todos pretos, em materiais de napa e pele sobreposto em fatos de algodão e com um estilo futurista.

Antes do desfile de Carlos Gil, tempo para o Calçado, tendo subido à passerelle principal as marcas Atelier do Sapato, Dkode, Fly London, Nobrand e Patico.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.