Lula volta a defender importância de receber Ahmadinejad


 

Lusa / AO online   Internacional   23 de Nov de 2009, 14:21

O Presidente brasileiro, Lula da Silva, que recebe esta segunda-feira o controverso Presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, voltou a defender o diálogo entre todos os actores envolvidos no conflito do Médio Oriente.
"Não adianta deixar o Irão isolado. Se o Irão é um actor importante em toda essa discórdia, é importante que alguém converse com o Irão e tente estabelecer um ponto de equilíbrio, para que a gente volte a uma certa normalidade no Médio Oriente", destacou Lula da Silva hoje, no seu programa semanal de rádio.

"Não aceito intolerância de pessoas que acham que não se pode conversar. Quem acha que a gente não pode conversar é tão intolerante quanto aqueles que não querem a paz", acrescentou.

O chefe de Estado brasileiro destacou a importância de receber, em 15 dias, três líderes do Médio Oriente - os Presidentes de Israel, Shimon Peres, da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas e do Irão, Ahmadinejad.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.