Açoriano Oriental
Têxteis
Lucros da H&M caem 21% até Setembro
A empresa de têxteis sueca H&M anunciou que obteve um lucro de 1,14 mil milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, menos 21 por cento do que em igual período do ano passado.

Autor: Lusa/AO online
Apesar deste resultado, “a H&M continua a ganhar quota de mercado numa situação muito exigente para o comércio têxtil. Isso mostra a forte posição da empresa no mercado", disse num comunicado o editor executivo, Karl-Johan Persson.

Persson referiu também a solidez do negócio da H&M, a sua posição financeira e a sua rentabilidade, daí que preveja aumentar o número de lojas até ao final do ano, sem revelar o número.

Em Agosto, a H&M contava com um total de 2.350 lojas.

Por sua vez, o resultado de exploração (EBIT) ascendeu a 1,49 mil milhões de euros nos nove primeiros meses do ano, um valor inferior em 22 por cento quando comparado com igual período do ano passado.

A facturação da H&M cresceu 0,3 por cento nos primeiros nove meses deste ano, para 8,6 mil milhões de euros, face a igual período do ano anterior.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.