Novo aeroporto de Lisboa

LNEC vai incluir dados do trabalho da Associação Comercial do Porto


 

Lusa / AO online   Economia   3 de Dez de 2007, 10:15

O ministro das Obras Públicas afirmou esta segunda-feira que o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) vai incluir no seu estudo sobre a localização do novo aeroporto "os dados do estudo da Associação Comercial do Porto que considerar relevantes".
"Eu não estava em Portugal quando esse estudo [da Associação Comercial do Porto (ACP)] foi divulgado, mas dei instruções para ser imediatamente enviado para o LNEC, que irá buscar os dados que considerar relevantes", afirmou Mário Lino, em declarações à margem da Conferência "Extensão dos grandes eixos da rede transeuropeia de transportes à região do Mediterrâneo".

Escusando-se a tecer mais comentários acerca da localização do novo aeroporto, o ministro voltou a afirmar que só irá fazer mais comentários depois de receber as conclusões do estudo do LNEC, o que deverá acontecer no dia 12 de Dezembro.

"Aguardamos que venha o relatório do LNEC para nos podermos pronunciar", afirmou Mário Lino.

O estudo da ACP sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa, divulgado na semana passada, aponta o Montijo como melhor localização para o aeroporto complementar à Portela, mas admite também como uma boa solução a opção por Alcochete, em conjunto com a Portela.

De acordo com os cálculos efectuados pelos técnicos do Centro de Estudos de Gestão e Economia Aplicada da Universidade Católica esta opção permitiria uma poupança de dois mil milhões de euros relativamente ao projecto de construção do novo aeroporto na Ota.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.