Linhas aéreas francesas reclamam 51 milhões de euros ao Estado

Linhas aéreas francesas reclamam 51 milhões de euros ao Estado

 

Lusa / AO online   Economia   4 de Set de 2010, 13:20

As linhas aéreas francesas pedem 51 milhões de euros ao Estado por causa dos prejuízos que resultaram da erupção de um vulcão islandês em abril passado e que obrigou a anular milhares de voos.

O dinheiro reclamado serviria para pagar a realização de voos de teste que foram organizados para conhecer os efeitos nos aviões da nuvem de cinza formada pelo vulcão, indica a Federação Nacional da Aviação Mercante (FNAM).

A verba pedida serviria também para pagar os voos que foram organizados para repatriar os franceses que ficaram bloqueados no estrangeiro por causa da nuvem de cinzas, precisaram.

No total, a FNAM calcula que as linhas aéreas perderam cerca de 200 milhões de euros durante a crise gerada pelo vulcão islandês, que manteve encerrado o espaço aéreo francês durante várias dias, o que obrigou a anular aproximadamente 100 mil voos.

Os 51 milhões de euros são reclamados numa carta enviada ao ministro da Ecologia e Transportes, Jean-Luois Borloo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.