Açoriano Oriental
Líder dos centristas açorianos apoia Francisco Rodrigues dos Santos

O líder do CDS/Açores, Artur Lima, declarou esta quinta-feira apoio à candidatura de Francisco Rodrigues dos Santos à liderança do partido, acreditando ser este o candidato capaz de "romper" com o "passado recente" e "desolador" de Assunção Cristas.

article.title

Foto: Marco Pimentel/AO
Autor: Lusa/AO Online

Em declarações à agência Lusa, Artur Lima defende que Rodrigues dos Santos representa uma "nova geração de políticos que é necessário trazer ao CDS" e, "sobretudo", parece ser "o único capaz de romper e fazer um corte com o passado bem recente e desolador de Cristas à frente do CDS".

"O Francisco é um jovem competente, que sabe o que quer para o CDS, que não vai ceder a 'lobbys' internos no CDS. É necessário ter essa cultura" e fortalecer o CDS como um "partido de valores e não de interesses", prosseguiu o líder da estrutura açoriana.

No que refere à ligação com os Açores, Artur Lima diz ter a certeza de que com Francisco Rodrigues dos Santos haverá "respeito, colaboração e empenho", sobretudo num ano em que o único desafio eleitoral agendado são precisamente as regionais no arquipélago.

"Exigimos ser respeitados e tratados com dignidade", independentemente de "quem seja o vencedor" do sufrágio interno, acrescentou Artur Lima.

O dirigente do CDS/Açores lembrou que, por exemplo nas últimas legislativas, os centristas tiveram percentualmente nos Açores um "melhor resultado que no continente", e a estrutura tem crescido e é respeitada "por toda a sociedade nos Açores".

Acusando a direção de Assunção Cristas de "terrorismo político" para com a estrutura açoriana, Artur Lima diz que até o "pouco financiamento" foi cortado.

"Ou temos um partido unido em todo o Portugal ou então não contem com o CDS/Açores", advertiu o presidente dos centristas açorianos.

São candidatos à liderança do CDS-PP Abel Matos Santos, João Almeida, Filipe Lobo d'Ávila, Francisco Rodrigues dos Santos e Carlos Meira.

O 28.º congresso nacional do CDS-PP, marcado para 25 e 26 de janeiro, vai eleger o sucessor de Assunção Cristas na liderança dos centristas.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.