Leonardo Jardim diz que Taça da Liga não é a prioridade

Leonardo Jardim diz que Taça da Liga não é a prioridade

 

Lusa/AO online   Futebol   28 de Dez de 2013, 13:58

O treinador da equipa de futebol do Sporting afirmou hoje que a prioridade é o campeonato, mas garantiu que a equipa vai procurar vencer o FC Porto e seguir em frente na Taça da Liga

"Não podemos falar em prioridade em termos de época desportiva na Taça da Liga. A nossa prioridade sempre foi o campeonato e vai continuar a ser. A Taça da Liga é mais uma prova do calendário nacional em que queremos ter uma prestação positiva e chegar o mais longe possível", disse Leonardo Jardim em conferência de imprensa.

O técnico "leonino" anunciou alterações na equipa para o jogo da primeira jornada da fase de grupos da Taça da Liga, dando oportunidade a alguns dos jogadores menos utilizados, mas garantiu que a identidade será a mesma.

"Este jogo terá equipas um pouco diferentes das que se apresentaram no Dragão para o campeonato. Temos responsabilidade e ambição em termos de Taça da Liga, mas também é um espaço para utilizar um ou outro jogador menos utilizado, mas isso não pode retirar a nossa intenção de vencer o jogo. Ambicionamos conquistar os três pontos em disputa", salientou.

O defesa Jefferson e os médios André Martins e Adrien estão em dúvida para o jogo com o FC Porto, devido a traumatismos sofridos no jogo frente ao Nacional.

Leonardo Jardim referiu que o jogo do campeonato, que se disputou no estádio do Dragão, não vai ter influência na partida de domingo, explicando que as duas competições são "realidades diferentes".

O técnico disse também que a equipa vai procurar vencer com o objetivo de seguir em frente na competição, referindo que os três pontos neste primeiro jogo podem ser decisivos para o apuramento.

"Sem diminuir os outros adversários, se existir um vencedor neste, será um passo importante na competição", defendeu.

A terminar, Leonardo Jardim comentou o comunicado do presidente do clube, Bruno de Carvalho, sobre a importância dos sócios e adeptos se envolverem mais na vida do clube.

"Acredito que podemos fazer mais e melhor. Queremos mais pessoas no estádio e que as pessoas colaborem mais com o Sporting. A equipa merece que as pessoas venham mais ao estádio e os adeptos vão ouvir as palavras do presidente e estar mais próximos da equipa", concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.