Artes

Leilão de arte rende 177 milhões de dólares em Nova Iorque


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Nov de 2009, 14:23

Um leilão de arte contemporânea realizado esta semana em Nova Iorque pela Sotheby´s rendeu 177 milhões de dólares (119 milhões de euros), confirmando o regresso do "entusiasmo dos coleccionadores", após a quebra provocada pela crise económica mundial.
Nas duas sessões do leilão destacou-se a venda da serigrafia do artista pop norte-americano Andy Warhol (1928-1987) "200 One Dollar Bills", por 43,7 milhões de dólares (cerca de 29 milhões de euros).

A obra, criada em 1962, não era vista em público desde a venda organizada pela mesma leiloeira de parte do património de Robert Scull, em 1986.

É uma das mais importantes obras de Warhol jamais leiloadas - comparável a "Orange Marilyn" (1964) e a "Green Car Crash (Green Burning Car)" (1963), vendidas em 1997 e 2007, respectivamente - e marca o início do movimento revolucionário da "Pop Art".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.